Santuário Arquidiocesano

Catedral Cristo Rei

08h
- Missa

10h30
- Missa
17h
- Missa
Você está em:

O cristão é como São José, deve ser um protetor

São José, padroeiro da Igreja Universal” foi o tema da última catequese do Papa Francisco sobre São José, na Audiência Geral dessa quarta-feira (16/02), realizada na Sala Paulo VI.

Segundo o Papa, “estas catequeses são complementares à Carta apostólica Patris Corde, escrita em comemoração aos 150 anos da proclamação de São José como Padroeiro da Igreja Católica pelo Beato Pio IX”. No final de cada história em que José é o protagonista, o Evangelho observa que ele toma consigo o Menino Jesus e a sua mãe e faz o que Deus lhe ordenou. A tarefa de José é protegê-los. Jesus, Maria e José são o núcleo primordial da Igreja.

Citando ainda a Patris Corde, o Papa destacou que “sempre nos devemos interrogar se estamos protegendo com todas as nossas forças Jesus e Maria, que misteriosamente estão confiados à nossa responsabilidade, à nossa guarda”. Aqui há “um traço muito bonito da vocação cristã: proteger. Proteger a vida, proteger o desenvolvimento humano, proteger a mente, proteger o coração, proteger o trabalho… O cristão é como São José: ele deve proteger. Ser cristão não é apenas receber a fé, mas proteger a vida (a própria, dos outros e a da Igreja)”.

“O Filho do Altíssimo veio ao mundo numa condição de grande fragilidade. Ele precisou ser defendido, protegido e cuidado”, frisou o Papa Francisco, acrescentando: Deus confiou em José, como fez Maria, que encontrou nele o esposo que a amava e respeitava e sempre cuidou dela e do Menino Jesus. “Neste sentido, São José não pode deixar de ser o Guardião da Igreja, porque a Igreja é o prolongamento do Corpo de Cristo na história e ao mesmo tempo, na maternidade da Igreja”.

Segundo o Papa, “nós devemos aprender com José a “guardar” estes bens: amar o Menino e a sua mãe; amar os sacramentos e o povo de Deus; amar os pobres e a nossa paróquia. Cada uma destas realidades é sempre o Menino e a sua mãe”.

O Papa encorajou os fiéis a pedirem a intercessão de São José nos momentos mais difíceis de suas vidas e de suas comunidades. “Onde os nossos erros se tornam um escândalo, peçamos a São José que nos dê coragem para dizer a verdade, pedir perdão e recomeçar humildemente. Peçamos a São José a força e a paciência para suportar abusos e sofrimentos por amor ao Evangelho”.

VEJA TAMBÉM