Santuário Arquidiocesano

Catedral Cristo Rei

08h
- Missa

10h30
- Missa
17h
- Missa
Você está em:

Escolas de Mosaicos e Música da Catedral Cristo Rei são inauguradas com bênção de dom Walmor – 11 de fevereiro

Dentro da programação do Jubileu Centenário da Arquidiocese de BH, o arcebispo metropolitano dom Walmor Oliveira de Azevedo abençoou, nessa sexta-feira, 11, o espaço que vai receber as escolas de Mosaico e de Música da Catedral Cristo Rei, Igreja-Mãe da Arquidiocese de BH.

Durante a solenidade, a Catedral Cristo Rei acolheu apresentações de piano e flauta conduzidas pelo maestro Alleton Silveira, responsável por coordenar a Santa Maria Escola de Música. O maestro preparou também um repertório especial, erudito e popular, como surpresa para o público. O espaço da escola será múltiplo, voltado para a música sacra e litúrgica, desde o canto gregoriano até ritmos atuais da Igreja. A Escola de Música contempla a composição de orquestra, aulas individuais e em grupos, formação de bandas, canto, coral. “Vamos trabalhar em muitas frentes, respondendo a uma demanda antiga da Arquidiocese, de ter a sua estrutura musical, aberta também para as regiões episcopais”, explica o maestro Alleton.

As duas Escolas foram planejadas no projeto inicial da Catedral Cristo Rei.  Os padres Mateus Lopes, Gleicion Adriano e a irmã Melânia Almeida, religiosa beneditina, foram enviados à Itália onde fizeram, por mais de dois anos, sua formação no Centro Aletti, escola referência em Roma, onde se formaram na arte dos mosaicos modernos, no estilo bizantino e romano. A Escola Santa Maria Ars Pulchra (expressão que significa “obra bela”), é a segunda filial no Brasil do Instituto Oriental Centro Aletti, vinculado à Pontifícia Universidade Gregoriana.

Ainda este ano, a Escola de Mosaico irá receber seus alunos. No momento, um grupo de 8 voluntários está sendo formado. Eles irão contribuir para a formação dos estudantes da Escola, auxiliando os padres e a religiosa nos trabalhos. O curso de mosaicos é voltado para artesãos, arquitetos e engenheiros. Haverá vagas gratuitas para jovens e adultos, de comunidades pobres, vocacionados para as artes.

As peças sacras serão preparadas para compor a arquitetura de igrejas e seminários, e também estarão presentes na Catedral Cristo Rei. “Os mosaicos promovem um retorno à dimensão orgânica da fé, as imagens têm caráter espiritual. A arte produzida na Catedral Cristo Rei irá exprimir a fé da Igreja brasileira”, explica padre Mateus Lopes, que se formou no Centro Aletti, coordenador da escola de Mosaicos e responsável pela formação teórica dos alunos.

VEJA TAMBÉM