Santuário Arquidiocesano

Catedral Cristo Rei

08h
- Missa

10h30
- Missa
17h
- Missa
Você está em:

Divulgada a mensagem para o 57º Dia Mundial das Comunicações Sociais

Nesta terça-feira, 24, dia de São Francisco de Sales (padroeiro dos jornalistas), foi divulgada a mensagem especial para o 57º Dia Mundial das Comunicações Sociais, que será celebrado em 21 de maio.

“Falar com o coração. Testemunhando a verdade no amor” é o tema deste ano da mensagem e também o convite do Papa Francisco para os comunicadores. O Santo Padre recorda que nos anos anteriores refletiu sobre os verbos “ir, ver e escutar como condição necessária para uma boa comunicação”.

“Foi o coração que nos moveu para ir, ver e escutar, e é o coração que nos move para uma comunicação aberta e acolhedora”, sublinha o Pontífice no início de sua mensagem, recordando também que “não devemos ter medo de proclamar a verdade, por vezes incômoda, mas de o fazer sem amor, sem coração. Só ouvindo e falando com o coração puro é que podemos ver para além das aparências, superando o rumor confuso que, mesmo no campo da informação, não nos ajuda a fazer o discernimento na complexidade do mundo em que vivemos. O apelo para se falar com o coração interpela radicalmente este nosso tempo, tão propenso à indiferença e à indignação, baseada por vezes até na desinformação que falsifica e instrumentaliza a verdade”.

Dividida em quatro partes, a carta reflete sobre o sonho do Papa de uma comunicação eclesial “que saiba deixar-se guiar pelo Espírito Santo, gentil e ao mesmo tempo profética, capaz de encontrar novas formas e modalidades para o anúncio maravilhoso que é chamada a proclamar no terceiro milênio”. O texto ainda reflete uma linguagem de paz capaz de desarmar os ânimos: “Hoje é necessário falar com o coração para promover uma cultura de paz, onde há guerra; para abrir sendas que permitam o diálogo e a reconciliação, onde campeiam o ódio e a inimizade. No dramático contexto de conflito global que estamos a viver, urge assegurar uma comunicação não hostil”.

Leia aqui a mensagem na íntegra.

São Francisco de Sales – padroeiro dos jornalistas

“Um excelente intérprete de seu tempo, que de uma nova maneira tinha sede de Deus, e um extraordinário diretor de almas, capaz de ajudar as pessoas a buscar o Senhor em seus corações e encontrá-lo na caridade”. Foi assim que o Papa Francisco descreveu São Francisco de Sales em sua Carta Apostólica “Totum amoris est – tudo pertence ao amor”, escrita por ocasião do 4º centenário da morte do padroeiro dos jornalistas e dos comunicadores.

São Francisco de Sales nasceu em uma família de treze filhos, em 1567. Decidiu servir à Deus e, para isso, fez voto de castidade e se colocou sob a proteção da Virgem Maria. Em 1599, nomeado bispo auxiliar de Genebra, dom Francisco de Sales fundou escolas, ensinou catecismo às crianças e adultos. Morreu em 1622, na cidade de Lion, na França. Mais tarde, Dom Bosco, um admirador de São Francisco de Sales deu o nome de Congregação Salesiana à obra que fundou para a educação dos jovens.

Oração

Ó Deus, que marcastes pela vossa doutrina a vida de São Francisco de Sales, concedei-nos, por sua intercessão, que sejamos fiéis à mesma doutrina, e a proclamemos em nossas ações. Por Cristo nosso Senhor, amém. São Francisco de Sales, rogai por nós.

VEJA TAMBÉM