Santuário Arquidiocesano

Catedral Cristo Rei

08h
- Missa

10h30
- Missa
17h
- Missa
Você está em:

Catequese do Papa: A provação da fé e a bênção da espera

O Papa Francisco, em continuidade ao seu ciclo de catequeses sobre a velhice, na Audiência Geral desta quarta-feira (18/5), realizada na Praça São Pedro, refletiu sobre o tema “Jó – A provação da fé, a bênção da espera”.

Jó não aceita uma “caricatura” de Deus, mas grita o seu protesto perante o mal, até que Deus responda e revele o seu rosto. O Senhor responde, como sempre de um modo surpreendente e revela a Jó a sua glória, mas sem o esmagar, pelo contrário, com soberana ternura.

Ele perde tudo na vida: riqueza, família, saúde e fica doente. “Quando Deus finalmente toma a palavra, Jó é elogiado porque compreendeu o mistério da ternura do Pai escondida por trás do seu silêncio. O Senhor repreende os amigos de Jó que presumiam saber tudo, sobre Deus e sobre a dor, e, vindos para consolar, acabaram por julgá-lo com os seus esquemas preconcebidos. Que Deus nos preserve da religiosidade moralista e da religiosidade de preceitos que nos dá uma certa presunção e nos leva ao farisaísmo e à hipocrisia”, disse o Papa.

catequese do Papa

Pessoas esmagadas por uma soma de males

Segundo o Pontífice, o ponto de virada da conversão da fé ocorre no ápice do desabafo de Jó, quando ele diz: “Eu sei que o meu redentor está vivo e que no fim se levantará acima do pó. Mesmo com a pele aos pedaços e em carne viva, eu verei a Deus”. Podemos interpretá-lo assim: “Meu Deus, eu sei que você não é o Perseguidor. O meu Deus virá e me fará justiça.” É a fé simples na ressurreição de Deus, a fé simples em Jesus Cristo, a fé simples que o Senhor sempre nos espera e virá“.

VEJA TAMBÉM