Você está em:

Paróquia Santa Maria, Rainha dos Apóstolos ajuda a preservar a saúde dos fiéis

 Paróquia Santa Maria, Rainha dos Apóstolos, em Contagem (MG), realiza importante trabalho de promoção da saúde física e psicológica na terceira idade. Exercícios físicos destinados a pessoas com idades a partir dos 50 anos, praticados em grupo, ajudam a fortalecer a musculatura, a preservar e a coordenação motora, enquanto o compromisso de frequentar as aulas e o convívio ajudam a evitar patologias que costumam surgir com o avanço da idade.  Na paróquia também funciona uma clínica social que oferece atendimentos psicológicos, acupuntura e orientação às pessoas que precisam recorrer ao INSS, dada por um advogado voluntário.

As aulas são ministradas duas vezes por semana, sessões de atividades físicas preparadas e orientadas pela fisioterapeuta Paula Tatiana Pinho Barbosa. Em clima de amizade e descontração, a turma, com 50 pessoas, se movimenta com exercícios que têm entre seus objetivos prevenir dores nas articulações, na coluna, artrose  e outros incômodos causados pelo sedentarismo.

São alongamentos, e séries de atividades para fortalecimento dos membros inferiores e superiores, feitos com bolas, bastões, bambolês e elástico.  A fisioterapeuta explica que esses exercícios são muito importantes para evitar acidentes, como quedas e fraturas. Eles desenvolvem a coordenação motora, o equilíbrio e, também, atuam para amenizar dores crônicas que acabam por  criar ou agravar problemas posturais.

A melhora psicológica dos frequentadores das aulas, de acordo com Paula Barbosa, também é visível e muito importante. “As pessoas, brincam , se divertem e estreitam os laços de amizade.  É indiscutível o benefício que  a atividade física traz para o humor,  proporcionando maior controle da  ansiedade, não só pelo convívio social, mas pelo potencial próprio do exercício,  ao provocar  a  liberação de serotonina, endorfina e outras substâncias pelo organismo”, explica.

A fisioterapeuta, que é frequentadora da Igreja, observa que com pouco tempo de e exercícios físicos os resultados positivos são evidentes. “ Essa atividade está sendo muito bom para todos, inclusive para mim. É muito importante realizar um trabalho que transforma para melhor a vida de tantas pessoas”, diz a fisioterapeuta.

Os alunos contam que o cuidado da professora Paula, ainda tão jovem, é um componente emocional importante. Muitos chegaram com problemas físicos e emocionais e hoje celebram a vida em suas casas e nas confraternizações realizadas nas datas comemorativas como a Páscoa e o Natal.

A atividade física também contribui para a reabilitação de Isabel que há 5 anos iniciou uma batalha  contra um tumor na medula. Embora fosse benigno, foram necessárias duas cirurgias para ser retirado. A  internação
-lhe uma infecção hospitalar que levou cinco meses para ser debelada.

“Deus me amparou durante todos esses momentos, através do apoio e das orações de meus familiares e amigos. Foi uma experiência rica que só confirmou a certeza de que não há nada mais importante do que as pessoas que estão ao nosso redor”.

 

 

VEJA TAMBÉM