Pastoral Carcerária e Alunos da PUC Minas levam espiritualidade e amparo a detentas

Inspirados pela espiritualidade do Advento, tempo de preparação para o nascimento de Jesus, os alunos do curso de Direito da PUC Minas, Unidade Coração Eucarístico, e os agentes da Pastoral Carcerária da Arquidiocese de BH retornam às instituições prisionais femininas, onde realizam um bonito trabalho de amor ao próximo. A cada semestre eles se unem para levar um gesto de solidariedade e amparo a mulheres que cumprem pena em instituições prisionais. Entre as detentas, estão mães que, além de precisarem de ajuda para obtenção de kits de higiene pessoal, necessitam de apoio para cuidarem dos filhos.

Nesta semana, foram entregues mais de 600 kits com produtos de higiene pessoal, especialmente, para as pessoas que não recebem visitas dos familiares, nem mesmo têm condições de adquirir esses itens de primeira necessidade, que não são repassados pelo estado.

O trabalho, realizado com sensibilidade e organização, permitiu que a distribuição contemplasse as detentas Presídio Feminino de Vespasiano com 400 kits; do Complexo Feminino Estevão Pinto, com 200 kits; e o Centro de Referência à Gestante Privada de Liberdade (CRGPL, Vespasiano), com 35 Kits para as mães e seus filhos. Além de roupase artigos para os bebês, cada kit contem sabonete, escova e creme para os dentes, pacote com absorventes ou papel higiênico.

Desenvolver e promover a cidadania dos encarcerados, seus familiares e egressos, é a missão da Pastoral Carcerária que tem por objetivo principal levar o Evangelho aos que estão no sistema prisional. Os agentes da Pastoral trabalham para que os direitos humanos sejam garantidos, proporcionando a todos a oportunidade de reinserção social. Para isso, estão atentos às situações que possam configurar comprometimentos a este segmento de cidadãos e propõe medidas de conciliação.

VEJA TAMBÉM