Paróquia São Judas Tadeu em Contagem: catequese inclusiva para crianças com necessidades especiais

Uma bonita iniciativa de evangelização da Paróquia São Judas Tadeu, em Contagem, a Catequese Inclusiva, acolhe crianças com necessidades especiais que desejam receber os sacramentos de iniciação cristã. A iniciativa surgiu a partir da percepção da coordenadora da Catequese da paróquia, Rosane Cardoso, sobre a importância e a necessidade de acolher todas as pessoas nas ações de evangelização. A ideia foi aprovada e incentivada pelo pároco, padre Arnon de Miranda, e se concretizou a partir da qualificação da equipe de catequese. As famílias que desejarem inscrever seus filhos ainda têm até o próximo dia 15.

Para implantar a Catequese Inclusiva, o primeiro passo foi estudar e aprofundar no assunto, a fim de proporcionar aos catequistas uma qualificação e preparação específica. As catequistas que serão responsáveis pela turma possuem experiência na área. Uma delas, Ariade Lima, é pedagoga, intérprete em libras e pós-graduada em necessidades especiais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Também integra a equipe de catequistas a estudante de pedagogia a Viviane Ferreira que trabalha com crianças especiais em uma escola pública.

Para melhor atender as crianças inscritas na Catequese Inclusiva, outros quatro catequistas da paróquia participam do Curso de Libras oferecido pela Pastoral do Surdo da Arquidiocese de Belo Horizonte.

Catequese para pais e casais

Além da Catequese Inclusiva, a Paróquia São Judas Tadeu também oferece uma modalidade para pais e casais que se interessam pela formação a fim de receberem o Sacramento da Eucaristia. Essa Catequese busca acolher os casais do Encontro de Casais com Cristo (ECC) e os pais de catequizandos que não possuem alguns dos sacramentos de iniciação cristã. Na primeira turma, participaram ainda pais que já receberam os sacramentos de iniciação, mas que se interessavam pelos momentos de espiritualidade e aprofundamento da fé.

Segundo o pároco, padre Arnon de Miranda, “ver os pais levando as crianças para a catequese faz parte de nossa vida cristã, mas ver os filhos levando os pais para a Igreja é uma experiência maravilhosa”. Uma das coordenadoras da Catequese, Rosane Cardoso, ressalta que “a família é a menina dos olhos de Deus. E a vivência da fé, compartilhada em família, fortalece ainda mais os laços familiares”.

VEJA TAMBÉM