Você está em:

Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Raposos: Casa de Gentil e Dedo de Gente são iniciativas que ajundam a comunidade

A Paróquia Nossa Senhora da Conceição, na cidade de Raposos, região metropolitana de Belo Horizonte, atua em parceria com duas importantes iniciativas que surgiram espontaneamente para ajudar a comunidade: a Casa de Gentil, um centro de cultura e convívios voltado para a valorização da cultura local, que trabalha com crianças e adolescentes, e a Dedo de Gente, que tem por objetivo engajar os jovens em atividades criativas e empreendedoras. O pároco, padre Eribaldo Pereira Santos, explica que fortalecer as ações de entidades que atuam na comunidade é uma forma eficiente de ajudar os mais pobres.

A Casa de Gentil é um centro de cultura e convivência, criada por um grupo de amigos,  no Bairro Várzea do Sítio. Embora seja próxima do centro de Raposos, é uma das regiões da cidade mais carentes de infraestrutura e acesso. O nome é uma homenagem a Gentil Lúcio, responsável pelo processo de revitalização do Congado no município.

A Casa oferece uma série de atividades focadas nas crianças do bairro, sendo a principal delas são a aulas de percussão, que remetem aos  grupos de congado, tradicionais nessa região da cidade. Os meninos fizeram os próprios instrumentos e aprendem diversos estilos musicais com os professores voluntários que têm o prazer o de partilhar seus conhecimentos. Nas festas  dos congados, eles desfilam pela cidade, como convidados a participar.

A Cooperativa Dedo de Gente tem seu trabalho organizado em diversas unidades de produção. São as  “fabriquetas”, formadas e dirigidas por jovens . A criação é feita individual e coletivamente. Quando uma peça nova é criada, todos avaliam e contribuem para melhorar o desenho ou o acabamento. Uma vez por mês, são realizados eventos para estimular a inovação: são os “Dias da Criatividade”.

As referências dos artesãos são os artistas e a literatura locais, pesquisas na internet, revistas especializadas e eventos da área. As referências embasaram também a escolha do nome Dedo de Gente, pois o artesanato é feito pelas mãos de todos.

Em Raposos, as atividades concentram-se nas “frabriquetas” de jardins, de casas de passarinhos, de vassouras produzidas com garrafas pet e artesanato, com fabricação de bolsas e vestuário inspirados nas características culturais da cidade. Além de incentivar os jovens a buscarem uma profissão, além de atuarem na preservação do meio ambiente.

 

 

VEJA TAMBÉM