Você está em:

Oficina de Artigos Religiosos gera emprego e renda para pessoas com deficiência

O auxiliar de montagem Paulo Alves dos Santos Borges, 39 anos, manuseia com habilidade as pequenas contas utilizadas na confecção de texto enquanto conta, com entusiasmo e alegria, que adquiriu recentemente um smartphone, com o dinheiro que recebe da Oficina de Artigos Religiosos, iniciativa da Mitra Arquidiocesana de Belo Horizonte, em parceria com a Paróquia Nossa Senhora do Conceição (Pedro Leopoldo). Paulo Borges tem Síndrome de Down, mas, como qualquer cidadão, busca vencer seus próprios limites e vive uma rotina comum: tem namorada, amigos, perfil em redes sociais, participa do coral da Paróquia São Sebastião (Pedro Leopoldo) e toca bumba em festas folclóricas da cidade.
Junto com Paulo, trabalham na Oficina de Artigos Religiosos outras 17 pessoas com deficiência – intelectual e motora – que se revezam nos turnos manhã e tarde. Todos são alunos e ex-alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), a partir do projeto da Mitra Arquidiocesana, aprendem a confeccionar Terços. “Respeitamos o ritmo de cada um. Buscamos promover a autonomia e o aprendizado, capacitando-os inclusive para o empreendedorismo”, explica Wanessa Lima, funcionária da Mitra Arquidiocesana que acompanha a Oficina. Além da remuneração, cada integrante da Oficina tem direito a plano de saúde, odontológico, vale-transporte e cartão alimentação. São acompanhados de perto pela monitora Adriana Elias Vicente, que se alegra ao acompanhar a evolução de cada participante. “Eles se alegram com o que fazem e costumam presentar familiares e amigos com os Terços que confeccionam”, conta.
Engana-se quem pensa que os artigos religiosos produzidos são de baixa qualidade. A Oficina recebe encomendas de paróquias e prepara diferentes Terços, com detalhes que impressionam. “Recentemente, foram preparados Terços que ajudam os fiéis a meditarem sobre as sete dores de Nossa Senhora. Eles são destinados ao Santuário Nossa Senhora da Piedade”, explica Adriana. Com carga-horária de 20 horas semanais, o trabalho na Oficina de Artigos Religiosos requer disciplina de seus integrantes. Em torno de uma mesa, ouvindo música, cada participante se dedica a uma tarefa: a separação das contas, a confecção da corrente, a montagem final, entre outras etapas. Assim, o Terço é fruto do trabalho coletivo. A jornada sempre começa com um momento de oração ecumênica. “Aqui aprendemos, conversamos. Gosto de todo mundo”, diz Mirtes Fernandes Marques, integrante da Oficina. Ela ressalta que reza por todos, com um Terço confeccionado no Projeto da Mitra Arquidiocesana.
Um dos mais comunicativos do grupo, Paulo Borges também faz questão de contar que se dedica às orações. “Rezo pela minha mãe, por minha família”, afirma, acrescentando que sempre pede a Deus que conceda, para todos, muita paz e saúde.
A sede da Oficina de Artigos Religiosos da Mitra Arquidiocesana é a Casa Pastoral Nossa Senhora da Conceição, em Pedro Leopoldo, que integra a Paróquia Nossa Senhora da Conceição. Quem quiser conhecer o trabalho e fazer encomendas pode ligar para (31) 3269-3131.

VEJA TAMBÉM