Associação Projeto Providência: jovens de vilas e favelas ganham baile de 15 anos

Iniciativa da Associação Projeto Providência, instituição da Arquidiocese de BH, promove também a inserção desses jovens no mercado de trabalho

 

Meninos e meninas que completam 15 anos em 2017, amparados pela Associação Projeto Providência, ganharão uma festa, com direito a book fotográfico, no próximo dia 6 de setembro. O baile, que será realizado no Buffet Catharina, a partir das 20h, reunirá 48 jovens de vilas e favelas da Capital Mineira, além de seus familiares. A celebração é para 350 pessoas e faz parte da programação do projeto “Meus 15 anos”, desenvolvido pela Associação Projeto Providência. A iniciativa, durante todo o ano, busca preparar os jovens para o mercado de trabalho, oferecendo formação técnica e humana. Também contempla o encaminhamento desses educandos para o primeiro emprego, com o apoio de empresas parceiras, e a partir do programa Jovem Aprendiz. Graças ao Projeto, dois jovens já foram inseridos no mercado de trabalho.

Para o baile de 15 anos, meninos e meninas ganharam um book fotográfico. As imagens serão apresentadas durante a festa, no dia 6. No mesmo dia, durante a tarde, as meninas ganharão um “dia de princesa”, com direito a maquiagem e escova em salões de beleza, solidários à iniciativa da Associação Projeto Providência.
A diretora da Associação Projeto Providência, Fernanda Flaviana Martins, reforça que tudo foi possível graças à força da doação e do trabalho voluntário. Ela ressalta também a emoção de cada funcionário da Associação nos trabalhos de preparação das celebrações.

A Associação Projeto Providência

Com três unidades – Fazendinha (no Aglomerado da Serra), Vila Maria (região de Sabará) e Taquaril (no bairro de mesmo nome, em Belo Horizonte) – a Associação Projeto Providência atende mais de 1500 crianças e adolescentes, beneficiando também as suas famílias. Além de cursos e oficinas, as três unidades da Associação Projeto Providência oferecem às crianças e adolescentes duas refeições diárias, apoio escolar, formação nos campos da arte, teatro/circo, informática, culinária, formação humana, dentre outras. Para os pais e integrantes das comunidades, a Associação também organiza cursos e outras atividades, que objetivam o bem-estar das famílias.

VEJA TAMBÉM