Você está em:

O compromisso missionário da Igreja encontra fecundidade e sustento na ministerialidade, isto é, nos diferentes serviços eclesiais e ministérios, numa Igreja toda ministerial, sustentada, antes de tudo, pelo testemunho de vida, pela audácia da fé de quem deposita em Deus toda a sua confiança e na coragem incansável de anunciar o Evangelho da vida.
A Arquidiocese de Belo Horizonte aposta na missão, fidelidade ao seu Mestre e Senhor, também pela riqueza do ministério diaconal, entendendo, com alegria e esperança, que “alguns discípulos missionários do Senhor são chamados a servir à Igreja como diáconos permanentes, fortalecidos, em sua maioria, pela dupla sacramentalidade do matrimônio e da ordem. São ordenados para o serviço da Palavra, da caridade e da liturgia, especialmente para os sacramentos do Batismo e do Matrimônio; também para acompanhar a formação de novas comunidades eclesiais, especialmente nas fronteiras geográficas e culturais, onde ordinariamente não chega a ação evangelizadora da Igreja” (DAp 205).
Esperamos dos diáconos permanentes “um testemunho evangélico e impulso missionário para que sejam apóstolos em suas famílias, em seus trabalhos, em suas comunidades e nas novas fronteiras da missão”. (DAp 208).
Confiando na graça de Deus, pedimos a proteção materna da amada Mãe Maria, a Senhora da Piedade, nossa Padroeira, sempre dispostos ao labor da missão e incansáveis, por amor, na resposta missionária que nossa Igreja é chamada a dar no coração do mundo, obediente ao mandato do seu Senhor.

+ Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte


Leitura Necessária

Diretrizes para o Diaconato Permanente da Arquidiocese de Belo Horizonte

Diretrizes

 

Encontros Vocacionais

Os encontros são abertos a todos que queiram conhecer a proposta do diaconato permanente na Arquidiocese de Belo Horizonte. Não é necessário inscrição, nem candidatura prévia. Contudo, todos os vocacionados, que já se manifestaram formalmente, são convocados, pois estes encontros são necessários no processo de amadurecimento vocacional.
Oportunidade para apoiar o discernimento da vocação, esclarecer dúvidas, assimilar a diretriz do diaconato permanente na Arquidiocese de Belo Horizonte, conviver com os irmãos de caminhada.
A presença das esposas é MUITO recomendada.
Pedimos para que levem lanche para partilharmos.
29/Abr, 27/Mai, 01/Jul, 26/Ago, 30/Set, 28/Out
De 14:00 às 17:00 horas
No salão da Igreja São João Batista
Rua Lagoa da Prata, 979 – Entre as ruas Campina Verde e Divisa Nova
Bairro Salgado Filho
Ônibus: 1404A, 1404B, 1404C, 2033, 2034, 3054, 4205, 5250, 9211, 9214, S22


Mapa

 

Requisitos Mínimos

a – Idade mínima de 32 anos, para casados e solteiros, e máxima de 59 anos completos. Para os casados, observar também um tempo mínimo de Matrimônio de 5 anos.
b – Iniciação Cristã completa: Batismo, Crisma, Eucaristia. Para os casados, é indispensável o Matrimônio religioso realizado de forma canônica.
c – Experiência mínima de 5 anos em trabalho pastoral ou social (como voluntariado em ONGs, por exemplo).
d – Domicílio canônico na Arquidiocese de Belo Horizonte.
e – Condições de saúde física e psíquica compatíveis com as atividades previstas.

Documentos iniciais necessários

a- Carta de Apresentação do Pároco atual
b- Carta de pedido pessoal do candidato para ingresso na Escola Diaconal (nome, endereço residencial e de e-mail, idade, experiência pastoral, formação – escolar, doutrinal e pastoral, situação familiar, …)
c – Ficha de Cadastro devidamente preenchida.


Ficha cadastral

 

d – Roteiro de Reflexão respondido.


Roteiro para reflexão
e – Carta de avaliação do Conselho Pastoral Paroquial (CPP)


Orientações para carta do CPP
Os documentos devem ser enviados em formato digital ( sacejarqbh@gmail.com ) e também uma cópia impressa assinada para:

Seminário Coração Eucarístico de Jesus

Arquidiocese de Belo Horizonte
A/C.: CADIPE
Rua Andrelândia, 131 – Bairro Dom Bosco
CEP: 30850-150 BELO HORIZONTE – MG

Instâncias organizativas

Conselho Arquidiocesano para o Diaconato Permanente – CADIPE – orienta o exercício do ministério e supervisiona a Escola Diaconal São Lourenço e a Comissão Arquidiocesana de Diáconos. Também avalia e escrutina os candidatos à Escola Diaconal.
Escola Diaconal São Lourenço – EDSL – realiza a preparação inicial dos candidatos para o exercício do ministério. O caminho formativo prevê um ano de Propedêutico e três anos de Formação Básica. O processo tem flexibilidade e depende da experiência anterior de cada candidato. A Formação Continuada dos diáconos está aos seus cuidados.
Comissão Arquidiocesana de Diáconos – CAD – congrega os diáconos permanentes. Promove reuniões e eventos específicos, retiros, atualização e qualificação para o ministério.

Mais informações pelo telefone 3375.2233. Falar com Denize na secretaria do Seminário Arquidiocesano Coração Eucarístico de Jesus.