Você está em:

Papa Francisco: “rezo pelas vítimas dos ataques no Sri Lanka”

Consternado pelo aumento do número de vítimas dos ataques no Sri Lanka, o Papa Francisco voltou a expressar sua proximidade espiritual e fraterna ao povo daquele país, nesta segunda-feira, dia 22 de abril, após a oração do Regina Coeli . “Estou muito próximo do meu querido irmão, o cardeal Malcolm Ranjith Patabendige Don, e de toda a Igreja arquidiocesana de Colombo”, disse o Santo Padre.

O Pontífice afirmou que continua em oração: “Rezo pelas numerosas vítimas e feridos, e peço a todos para que não hesitem em oferecer a esta querida nação toda a ajuda necessária. Espero também que todos condenem estes atos terroristas, atos desumanos, nunca justificáveis”. Aos fiéis reunidos na Praça São Pedro, Francisco pediu que rezassem, junto com ele, a oração da Ave-Maria.

O número de mortos nos ataques no Sri Lanka subiu para 290 e 500 feridos, é um balanço ainda parcial. Foram atingidas três igrejas durante as celebrações pascais e quatro hotéis de luxo de Colombo. As igrejas atingidas são a igreja de Santo Antônio em Colombo, a de São Sebastião em Negombo, localidade com a maioria católica no norte da capital, e Zion Church em Betticaloa, no Leste.

Por fim, o Santo Padre saudou todas as famílias, grupos paroquiais, associações e peregrinos vindos da Itália e de várias partes do mundo, presentes na Praça São Pedro nesta segunda-feira. “Desejo a cada um de vocês de transcorrerem estes dias da Oitava da Páscoa com fé, em que se prolonga a memória da Ressurreição de Cristo. Aproveitem toda boa ocasião para serem testemunhas da alegria e da paz do Senhor ressuscitado”, exortou Francisco, que concluiu: “Feliz e Santa Páscoa a todos! Por favor, não se esqueçam de rezar por mim”.

 

VEJA TAMBÉM