Você está em:

Papa fala aos coreanos: “levarei o Evangelho do amor”

Às vésperas de sua viagem à Coreia do Sul, o Papa Francisco enviou uma mensagem para o povo coreano, publicada na segunda-feira, dia 11 de agosto, pelo Vaticano. O Santo Padre manifesta seu desejo de anunciar Jesus aos jovens e a todos e de compartilhar o Evangelho do amor e da esperança.

Desde já, Francisco agradece pela recepção dos coreanos e pede orações para que a viagem dê bons frutos. Ele diz que é o próprio Deus quem convida a acolher a Sua luz, para que esta reflita em uma vida cheia de fé, cheia da alegria do Evangelho.

Um dos motivos da viagem é a participação do Papa na 6ª Jornada Asiática da Juventude. Francisco segue para a Coreia do Sul na quarta-feira, 13, e só retorna a Roma na segunda-feira, 18.

 

    Transcrição da videomensagem do Papa Francisco aos coreanos
por ocasião da viagem apostólica à Coreia do Sul
Segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Queridos irmãos e irmãs!

Dentro de poucos dias, com a ajuda de Deus, estarei com vocês na Coreia. Agradeço desde já pela sua recepção e convido todos a rezarem comigo para que esta viagem apostólica dê bons frutos para a Igreja e a sociedade coreana.

“Levanta-te, resplandece” (Is 60, 1): com estas palavras, dirigidas pelo profeta em Jerusalém, eu me dirijo a vocês. É o Senhor que os convida a acolher a sua luz, a acolhê-la em seus corações, para que reflita em uma vida plena de fé, de esperança e de amor, repleta da alegria do Evangelho.

Como sabem, virei por ocasião da 6ª Jornada Asiática da Juventude. Aos jovens, de modo especial, levarei o apelo do Senhor: “Juventude da Ásia, levanta-te! A glória dos mártires resplandece em ti”. A luz de Cristo ressuscitado brilha como num espelho no testemunho de Paul Yun Ji-chung e de 123 companheiros, todos mártires da fé, que proclamarei beatos no dia 16 de agosto, em Seoul.

Os jovens são portadores de esperança e de energias para o futuro; mas são também vítimas da crise moral e espiritual de nosso tempo. Por isso, quero anunciar a eles e a todos o único nome que pode nos salvar: Jesus, o Senhor.

Queridos irmãos e irmãs coreanos, a fé em Cristo criou raízes profundas em sua terra e deu frutos abundantes. Os mais idosos são custódios desta herança: sem eles, os jovens não teriam memória. O encontro entre idosos e jovens é a garantia do caminho dos povos. E a Igreja é a grande família na qual somos todos irmãos em Cristo. Em seu nome, venho junto a vocês com a alegria de compartilhar o Evangelho do amor e da esperança.

O Senhor vos abençõe e a Virgem Mãe vos proteja.

 

Rádio Vaticano

VEJA TAMBÉM