Você está em:

JMJ: mensagem do Papa aos jovens fala sobre misericórdia e alegria de viver

 

O Papa Francisco se deslocou de trem até o Parque Blonia, local da cerimônia de acolhida dos jovens na Jornada Mundial da Juventude, que estásendo realizaada na Cracóvia, Polônia. Três jovens – uma jovem asiática, uma do leste europeu e uma brasileira – foram escolhidas para fazer uma breve saudação ao Santo Padre. Como presente, elas entregaram ao Papa o “kit do peregrino”.

Em sua mensagem à juventude,  o Papa Francisco  inspirou-se no tema dessa Jornada, “Felizes os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia” (Mt 5, 7), destacando ser o próprio Jesus que diz isso, e  que  Ele próprio convocou os jovens para esse encontro. “Juntos faremos desta Jornada uma verdadeira Festa Jubilar”.

Francisco disse que é bonito ver como tantos jovens abraçam a vida, e que essa é uma questão que toca seu coração desde quando ele era bispo. “Quando Jesus toca o coração dum jovem, duma jovem, eles são capazes de ações verdadeiramente grandiosas” – disse o Pontífice.

E sabendo da paixão que os jovens colocam em sua missão, o Papa enfatizou que a misericórdia tem sempre o rosto jovem, uma vez que um coração misericordioso não se acomoda, mas sabe ir ao encontro dos outros.

“Um coração misericordioso sabe ser refúgio para quem nunca teve uma casa ou perdeu-a, sabe criar um ambiente de casa e de família para quem teve de emigrar, é capaz de ternura e compaixão. Um coração misericordioso sabe partilhar o pão com quem tem fome, um coração misericordioso abre-se para receber o refugiado e o migrante. Dizer misericórdia juntamente convosco é dizer oportunidade, dizer amanhã, compromisso, confiança, abertura, hospitalidade, compaixão, sonhos”.

“Jovens aposentados”

O Santo Padre disse que fica triste quando encontra jovens que parecem “aposentados” antes do tempo, jovens que desistiram antes do jogo, que caminham com o rosto triste, como se a vida não tivesse valor. “Esses são jovens “chateados” e “chatos”: correram atrás de vendedores de “falsas ilusões” e tiveram roubado o melhor de si”- disse.

O Papa então perguntou aos jovens se eles querem uma vida alienante ou uma vida com a força da graça e, logo, indicou o caminho para uma vida renovada: Jesus Cristo.

“Peçamos ao Senhor: lançai-nos na aventura da misericórdia! Lançai-nos na aventura de construir pontes e derrubar muros, lançai-nos na aventura de socorrer o pobre (…) Queremos acolher-Vos nesta Jornada Mundial da Juventude, queremos afirmar que a vida é plena quando é vivida a partir da misericórdia; esta é a parte melhor que nunca nos será tirada” – concluiu o Papa Francisco.

A cerimônia de acolhida encerrou a agenda de hoje do Santo Padre que antes do encontro com a juventude visitou o Convento das Irmãs da Apresentação e o Santuário de Czestochowa, onde presidiu a Missa pelos 1050 anos de batismo da Polônia.

VEJA TAMBÉM