Você está em:

Igreja, família aberta a toda a humanidade

Não obstante as previsões de frio e chuva, um sol clemente alegrou as dezenas de milhares de peregrinos concentrados na Praça de São Pedro para a audiência geral de quarta-feira, dia 18 de junho, em que o Papa Francisco deu início a um novo ciclo de catequeses dedicado à Igreja, como “um filho que fala da sua Mãe”, disse.
Eis o resumo em português das suas palavras de hoje:

“As próximas catequeses serão dedicadas à Igreja, a nossa família aberta a toda a humanidade. A Igreja foi fundada por Jesus Cristo, mas a sua preparação na história começou muito antes. Com Abraão, Deus dá início a um povo que há-de levar a sua bênção a todas as famílias da terra. Quem toma a iniciativa é Deus, que se dirige a Abraão convidando-o a entrar numa relação nova com Ele. Assim Deus forma um povo com todos aqueles que escutam a sua palavra e, confiados n’Ele, se põem a caminho”.

“No seu amor, Deus antecipa-se a Abraão, como já o tinha feito com o próprio Adão. Mas, a resposta deste povo a Deus, que o quis e formou, ficará marcada, ao longo da história, por resistências e infidelidades humanas. Deus, porém, não desiste; mas, cheio de paciência, continua a educar e formar o seu povo, como faz um pai com o seu filho. E Jesus mantém o mesmo procedimento com a Igreja.

De facto, nós prometemos seguir o Senhor, mas, no dia-a-dia, quantas vezes fazemos experiência do nosso egoísmo e da dureza do nosso coração. Quando, porém, reconhecemos o nosso pecado e nos voltamos para Deus, Ele enche-nos da sua misericórdia e do seu amor. É precisamente isto que nos faz crescer como povo de Deus, como Igreja: não é pela nossa habilidade, pelos nossos méritos, mas pela experiência que diariamente fazemos de quanto o Senhor nos quer bem e cuida de nós.”

O Santo Padre saudou especialmente os peregrinos de língua portuguesa:
“Amados peregrinos de língua portugesa, saúdo-vos cordialmente a todos, com menção especial da comunidade «Coccinella meninos da rua», do Brasil, e a «Associação Cultural Amor e Responsabilidade», de Caldas da Rainha. Esta visita a Roma vos ajude a estar prontos, como Abraão, a sair cada dia para a terra de Deus e do homem, revelando-vos uma bênção e um sinal do amor de Deus por todos os seus filhos. A Virgem Santa vos guie e proteja!”

 

Rádio Vaticana
 

VEJA TAMBÉM