Você está em:

Dia Mundial da Paz: Papa pede o fim das guerras

O Vaticano divulgou a mensagem do Papa Francisco para o 48º Dia Mundial da Paz, que será celebrado em 1ª de janeiro de 2015. No texto, que tem como tema “Já não escravos, mas irmãos”, o Pontífice aborda as causas da escravidão bem como as formas de solucioná-la, o que envolve um esforço comum para globalizar a solidariedade.

No documento, o Papa pedeo fim das guerras, conflitos, sofrimentos causados pelo ser humano, recordando que “a fraternidade constitui a rede de relações fundamentais para a construção da família humana criada por Deus”.

“Temos de reconhecer que estamos perante um fenómeno mundial que excede as competências de uma única comunidade ou nação. Para vencê-lo, é preciso uma mobilização de dimensões comparáveis às do próprio fenómeno”.

“Por esta razão, lanço um veemente apelo a todos os homens e mulheres de boa vontade e a quantos, mesmo nos mais altos níveis das instituições, são testemunhas, de perto ou de longe, do flagelo da escravidão contemporânea, para que não se tornem cúmplices deste mal, não afastem o olhar à vista dos sofrimentos de seus irmãos e irmãs em humanidade, privados de liberdade e dignidade, mas tenham a coragem de tocar a carne sofredora de Cristo”.

– Leia a mensagem completa aqui.

O Dia Mundial da Paz começou a ser celebrado no pontificado do Papa Paulo VI, a 1 de janeiro, e a mensagem para esta jornada é enviada às dioceses e às embaixadas de todo o mundo, indicando “a linha diplomática da Santa Sé para o ano que se inicia”.

 

VEJA TAMBÉM