No Natal Deus torna-se como um de nós

O Papa na audiência geral exortou os cristãos a serem humildes e pobres como os pobres.

As audiências gerais durante o Inverno, normalmente, decorrem na Sala Paolo VI, mas este ano com o maior afluxo de peregrinos a Roma que querem saudar o Papa Francisco e, não obstante o frio, estas audiências continuam a ser na Praça de São Pedro. Na catequese da semana  o Papa Francisco abordou o tema do Natal de Jesus que é a razão da nossa esperança:

“Deus está conosco e confia ainda em nós! Deus vem habitar com os homens, escolhe a terra como sua morada para estar junto com o homem e fazer-se encontrar lá onde o homem passa os seus dias na alegria e na dor.”

“O Natal de Jesus é a manifestação de que Deus se colocou de uma vez por todas da parte do homem, para salvar-nos, para nos erguer do pó das nossas misérias, das nossas dificuldades e pecados.”

O Santo Padre afirmou assim que o mistério do Natal ensina-nos que, se Deus não quis revelar-se como Alguém que olha do alto e domina o Universo, mas antes humilha-se e desce à terra pequenino e pobre, então, para nos parecermos com Ele, não devemos colocar-nos acima dos outros mas humilhar-nos, pôr-nos ao seu serviço, fazer-nos pequenos com os pequenos e pobres com os pobres.

O Natal ensina-nos também – continuou o Papa Francisco – que se Deus, por meio de Jesus Cristo, se envolveu com o homem até se tornar um de nós, então tudo o que fizermos a um irmão, é a Ele que o fazemos, como o próprio Jesus nos ensinou: “Sempre que alimentastes, acolhestes, visitastes um destes meus irmãos mais pequeninos a Mim mesmo o fizestes”.

Que Maria, Mãe de Jesus e nossa, nos alcance a graça de fazermos chegar a todos a nossa bondade e generosidade. Assim – continuou o Santo Padre – seremos um reflexo da luz de Jesus, que continua a irradiar, da gruta de Belém, para o coração das pessoas, oferecendo alegria e paz.

No final da audiência, o Papa Francisco saudou e abençoou também os peregrinos de língua portuguesa nomeadamente os fiéis brasileiros vindos de Chapecó. Ouçamos as palavras do Santo Padre em italiano e a tradução que logo a seguir foi feita em português pelo Monsenhor Ferreira da Costa na Praça de São Pedro:
“Amados peregrinos de língua portuguesa, a minha cordial saudação para todos, em particular para os fiéis brasileiros de Chapecó, com votos de um santo Natal repleto de consolações e graças do Deus Menino. Nos vossos corações, famílias e comunidades, resplandeça a luz do Salvador, que nos revela o rosto terno e misericordioso do Pai do Céu. Ele vos abençoe com um Ano Novo sereno e feliz!” 

 

Rádio Vaticana

VEJA TAMBÉM