Você está em:

A família e a comunidade cristã

 

Durante a Catequese desta semana, com o tema “A família e a comunidade cristã”, o Papa Francisco ressaltou que a família é uma pequena Igreja.

A comunidade cristã é a casa daqueles que acreditam em Jesus como fonte da fraternidade entre todos os homens – afirmou o Papa Francisco que sublinhou que “a Igreja caminha no meio dos povos, na história dos homens e das mulheres, dos filhos e das filhas: esta é a história que conta para o Senhor”.

O Papa Francisco concretizou as suas palavras contemplando Jesus e os seus sinais de ligação à família onde nasceu e “aprendeu o mundo” e depois na sua missão apostólica criou à sua volta uma comunidade, uma assembleia:

“Nos Evangelhos, a assembleia de Jesus tem a forma de uma família, de uma família hospitaleira, não de uma seita exclusiva, fechada: encontramos Pedro e João, mas também o esfomeado e o sedento, o estrangeiro e o perseguido, a pecadora e o publicano, os fariseus e as multidões. E Jesus não cessa de acolher e de falar com todos, também com quem já não espera de encontrar Deus na sua vida. É uma lição forte para a Igreja! Os próprios discípulos são escolhidos para conservarem esta assembleia, desta família dos convidados de Deus.”

Hoje é indispensável reavivar esta aliança entre a família e a paróquia – frisou o Papa declarando que estes são os dois lugares onde se realiza aquela comunhão de amor que encontra a sua fonte última no próprio Deus.”

“Uma Igreja verdadeiramente segundo o Evangelho só pode ter a forma de uma casa acolhedora com as portas abertas para todos, sempre. As Igrejas, as paróquias, as instituições com as portas fechadas não se devem chamar igrejas mas museus.”

“Hoje esta é uma aliança crucial. «Contra os centros de poder, ideológicos, financeiros e políticos, recoloquemos as nossas esperanças nestes centros do amor, evangelizadores, ricos de calor humano, baseados na solidariedade e a participação.»” (Cons. Pontifício para a Família, Os ensinamentos de JM Bergoglio – Papa Francisco sobre a família e sobre a vida 1999-2014,LEV 2014)

Contudo, são, por vezes, as famílias que não se sentem à altura deste desafio e não se consideram capazes nem com a força necessária – disse o Papa que considerou que sem a graça de Deus nada podemos fazer. “Mas o Senhor nunca chega a uma nova família sem fazer algum milagre” – declarou o Santo Padre.

Naturalmente, também a comunidade cristã deve fazer a sua parte – disse o Papa – devendo procurar superar atitudes demasiado mandonas e interesseiras, favorecendo o diálogo interpessoal e o conhecimento e estima recíprocos.

A família e a paróquia devem se empenhar pelo “milagre” de uma vida mais comunitária, para benefício da sociedade inteira – declarou o Papa Francisco na conclusão da sua catequese.

Nas saudações uma mensagem também para os peregrinos de língua portuguesa:

“Amados peregrinos de língua portuguesa, saúdo-vos cordialmente a todos, em particular à Conferência Episcopal Portuguesa aqui presente em visita ad Limina. Obrigado. Uma menção especial para os fiéis das paróquias de Santo André, S. Caetano do Sul, Pontinha e Mafamude. Nas Bodas de Caná, estava presente a Mãe de Jesus, que deu este conselho aos serventes: «Fazei aquilo que Ele vos disser». Deixai-vos, irmãos e irmãs, inspirar por esta Mãe e encontrar-vos-eis perante o milagre. Assim Deus vos abençoe!”

 Rádio Vaticana

VEJA TAMBÉM