Você está em:

VI Colóquio de Teologia e Pastoral reflete a importância da Conferência Medellín

O Observatório da Evangelização da PUC Minas e Arquidiocese de Belo Horizonte foram promotores do seminário, nos dias 7, 8 e 9 de maio, que discutiu a importância e as repercussões, ainda hoje, da Segunda Conferência Geral do Episcopado Latino-americano, realizada em Medellin, na Colômbia, em 1968.

O VI Colóquio de Teologia e Pastoral também teve como copromotores a Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia, o Instituto Santo Tomás de Aquino, a PUC Minas e o Centro Loyola de Espiritualidade, Fé e Cultura.

Para alguns teólogos e religiosos, Medellín foi a recepção mais criativa do Concílio Vaticano II realizada por um continente; para outros, como Dom Pedro Casaldáliga, Medellín foi o “nosso Pentecostes; o Concílio Vaticano II da América Latina”.

Em Medellín, a Igreja, enquanto povo de Deus, promoveu uma volta a Jesus e sua prática e fez a opção pelos pobres, pelas comunidades, pelos círculos bíblicos, pelos ministérios laicais e pelas pastorais sociais.