Você está em:

Há vários relatos da multidão que procurava tocar Jesus em busca de milagres e curas. Os Evangelhos narram que Jesus curava a todos. Que maravilha! Naquele momento as curas de Jesus eram o sinal concreto de sua divindade. Eram sinais importantes que acompanhavam o anúncio das palavras de salvação que Jesus incansavelmente proclamava.

Naquele período, Jesus se manifestava, no tempo, como Filho de Deus e o Salvador da humanidade. E mesmo com tantos sinais miraculosos, foi rejeitado por muitos e injustamente condenado à morte de Cruz.

Hoje podemos dizer que a força que saía de Jesus continua saindo. Mas, por que nem todos ficam curados? Entendo que vivemos outro momento, Jesus é o mesmo, mas nós precisamos entender que Ele agora está na Trindade. Foi, é e sempre será a nossa Rocha Firme, nosso Redentor e nosso Modelo. Mas, já não está no tempo, está na eternidade, já não anuncia, tudo já foi revelado. Quando não recebemos uma cura ou não alcançamos um milagre, não quer dizer que a força de Jesus não nos alcançou. Muitas vezes a ação da força de Jesus em nós é para nos fortalecer nas angústias e pelejas dessa vida. A doença, os perigos e as tragédias fazem parte da realidade humana e são fruto do pecado no mundo. Quando nos visitam, não chegam só. Para nós que temos fé, é essencial proclamarmos: “O Senhor esteve comigo. Sua Mão me protegeu. As adversidades são bem menores que a graça de Deus em minha vida.”

 

A força que sai de Jesus é constante
Essa força se chama AMOR Amor que cura e salva
Amor que acompanha e conduz. Amor que ergue e corrige. Amor que nos conhece e acalenta

Posso testemunhar que no momento mais difícil de minha vida, quando sofri uma grande perda eu pude falar entre lágrimas de dor: “O Senhor me segurou e protegeu com sua Mão Poderosa. Eu creio na bondade de Deus que está comigo nessa dor.” Eu não alcancei o milagre. Mas o Senhor esteve comigo. O Senhor me sustentou e tenho a certeza de fé que o Senhor fez o bem triunfar sobre o mal. Tenho certeza que uma força saiu de Jesus e me alcançou. Sou muito grata a Deus por ter me sustentado.

A força que sai de Jesus é constante. Essa força se chama AMOR. Amor que cura e salva. Amor que acompanha e conduz. Amor que ergue e corrige. Amor que nos conhece e acalenta. Essa força é infinita. Brota do Lado Aberto do Corpo Ressuscitado de Jesus. Busquemos tocar no Senhor. No tempo em que vivemos, esse toque é místico, espiritual, fato que não diminui em nada nossa experiência. “Felizes os que não viram e creram.” Diz Jesus a Tomé, no Evangelho de João, depois de o convidar para colocar a mão em seu Lado Aberto. Essa é a experiência que Jesus nos convida a fazer: colocar a mão em seu Lado Aberto. Experimentar a força que saí de seu Coração Sagrado.

É hora de rezar: Eu creio, Senhor! Quero agora me colocar em sua Presença espiritual e tocar em Ti. Quero recordar das situações mais difíceis da minha vida e guarda-las aí em Teu Peito. Quero proclamar com fé: Nunca estive só! O Senhor Jesus sempre esteve comigo e por mais que não consiga quantificar os benefícios e malefícios dessas situações difíceis e críticas, quero hoje proclamar pela fé: O Senhor venceu em minha vida! O Senhor venceu em minha história! A força que sai de Seu Lado Aberto me sustenta e anima. A força do Amor que brota de seu Coração me fortalece e cura. Obrigada, Senhor! Obrigada por estar sempre comigo! Obrigada por me convidar a Te tocar. Obrigada por Se deixar alcançar. Obrigada pelo Amor que jorra constantemente sobre mim de seu Lado Aberto. Bendito seja porque essa Força não se esgota jamais!

 

Anajúlia Gabino
Consagrada da Comunidade Árvore a Vida