Você está em:

#Solidariedadeemrede conta com apoio de voluntários que fazem máscaras de proteção com tecidos e equipamento doados por fiéis

Um grupo de voluntários  que integram a iniciativa Solidariedade em Rede, se dedica a confeccionar máscaras de proteção, que são doadas a instituições e comunidades da Capital e Região Metropolitana de BH. A maior parte são costureiras integram a Pastoral do Surdo, Costurices de Raquel, Costurando Solidariedade, outras se apresentaram para ajudar a rede formada pelas paróquias da Arquidiocese de Belo Horizonte, que se organizaram para reforçar o amparo aos mais pobres nestes tempos de pandemia. As voluntárias

E a partir desta semana, as costureiras do Solidariedade em Rede  terão pela frente ainda mais trabalho e possibilidades de ajudar. Fiéis da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no bairro Santo Agostinho, doaram tecidos suficientes para fazer cinco mil máscaras. E uma confecção de roupas providenciou o corte industrial das unidades, o que vai ajudar muito na rapidez da produção e distribuição.

Mais de mil máscaras já foram destinadas à Casa Santa Zita, que ampara senhoras idosas; à Casa de Apoio à Saúde Nossa Senhora da Conceição, que cuida de enfermos e pessoas com HIV/Aids; à Casa do Beco, no Aglomerado da Serra, instituição que enfrentava problemas para distribuir cestas básicas, pela falta de equipamentos de proteção para os voluntários. Essas máscaras também vão ajudar a preservar a vida de pessoas com saúde mais vulnerável, que não têm condições e comprá-las, a exemplo de moradores que vivem na comunidade Rosa Leão,  situada na região da Mata da Izidora, entre os municípios de Belo Horizonte e Santa Luzia, que receberam máscaras a serem destinadas a pessoas dos grupos de risco para a Covid – 19.

Ajudar a cuidar da vida, em todas as suas etapas, especialmente nestes tempos de pandemia, é o que têm feito, com muita dedicação,  voluntários das comunidades de fé, pastorais, movimentos e instituições, que integram o Solidariedade em Rede. A iniciativa, coordenada pelo Vicariato Episcopal para a Ação Social, Política e Ambiental, também tem arrecadado e distribuído cestas básicas doadas pela população e garantido a sobrevivência de muitas famílias que dependem da solidariedade de todos.

Para conhecer um pouco mais sobre essa iniciativa, clique aqui.