Você está em:

 

Viver sem entusiasmo é como viver sem fé, você fica sem energia, que é o que nos dá força. É como o sangue que tem que circular por todo o corpo. Estamos atravessando um momento difícil, pois a crise que estamos vivendo é dura. Mas quando ficamos acomodados e inertes por muito tempo, acostumamos com a situação, corremos um grande risco e não conseguimos forças para mudança. Nada progride neste estado de inércia.
 

Para ser um agente transformador de sua equipe para o entusiasmo, não basta apenas você se achar nesSa situação, mas transmitir verdadeiramente esse sentimento

Vejo tantos colegas e converso com pessoas que eram inconformadas e transformadoras, mas entraram em depressão com a crise e acabaram acostumando-se com as coisas.

Gilberto Dimenstein tem uma frase muita interessante: “a sorte só aparece para quem está em movimento”. Eu sou uma pessoa entusiasmada, com sangue na veia, e procuro estar o tempo todo em movimento.

Precisamos, como profissional, como empresa e como nação, sair deste desânimo, reverter esse quadro de depressão. Para ser um agente transformador de sua equipe para o entusiasmo não basta apenas você se achar nesta situação, mas sim você transmitir verdadeiramente esse sentimento.

Proponho que todos façam uma análise de como estão lidando com a crise, como estão buscando entusiasmo e, principalmente, como estão reproduzindo esse entusiasmo para suas equipes. É fundamental crermos que essas dificuldades passarão, e o país tem potencial para retomar o crescimento. Acreditem no Brasil, ele pertence a nós, e não aos políticos.