Você está em:

Semana Social: Vicariato incentiva articulação de pastorais, paróquias e foranias

Projeto Vila Fátima é uma das  obras sociais da Arquidiocese e Belo Horizonte presentes na Região de Ribeirão das Neves

Paróquias de Ribeirão das Neves acolhem com entusiasmo a Semana Social – um evento da Arquidiocese de Belo Horizonte, que será realizado pelo Vicariato para a Ação Social e Política em conjunto com as comunidades de fé da Forania Nossa Senhora das Neves e Forania Nossa Senhora da Piedade. A programação será aberta às 9h30 com Missa na Paróquia Nossa Senhora das Neves, no domingo, dia 31 de agosto. Durante toda a semana haverá palestras, oficinas e reflexões destinadas aos agentes sociais, educadores das creches, beneficiários dos projetos e à população em geral. As pastorais sociais poderão mostrar ao público os trabalhos que realizam. A ideia é de, aos poucos, estender o projeto a todas as paróquias dos 28 municípios que compõem a Arquidiocese de BH, com o objetivo de articular as ações sociais desenvolvidas nas comunidades de fé.  

O vigário para a Ação Social e Política, padre Chico Pimenta, lembra que o objetivo maior é a melhoria das condições de vida das pessoas, especialmente, as mais pobres. E, segundo ele, a realização da Semana Social é um dos passos que o Vicariato dá no sentido de exercer a função para o qual foi criado, estabelecida na 2ª Assembleia do Povo de Deus, de promover a articulação entre as pastorais sociais, comunidades, paróquias, e foranias,  criando uma grande rede para tornar mais efetiva a  ação social junto aos que mais precisam.  

O ponto de partida é ir até as bases e levantar as demandas da população, especialmente dos mais pobres, além de apoiar as ações sociais. Sendo assim, os organizadores da Semana Social realizaram uma reunião com os párocos das 16 paróquias da região, para definir prioridades. “É importante, também, que o padre reconheça a importância deste trabalho e seja um incentivador”, afirma padre José Geraldo de Souza, membro do Conselho Diretor do Vicariato, pároco da Paróquia Nossa Senhora do Rosário e vigário forâneo da Forania Nossa Senhora das Neves. Ele está empenhado na realização deste projeto ao lado do vigário da Forania Nossa Senhora da Piedade, padre Antônio Moacir Rocha.

 

Inclusão digital está entre os cursos de capacitação presentes nas instituições sociais

A equipe do Vicariato, segundo a assistente de projetos Maria Amélia de Jesus, procurou conhecer as obras sociais e pastorais da região e, ao mesmo tempo, apresentar as Pastorais Sociais da Arquidiocese de Belo Horizonte, especialmente, as que ainda não atuam na comunidade e que poderiam fazer a diferença.

Entre as instituições visitadas estão a Creche Boa Semente ,  Creche Menino Jesus, Projeto Divina Providência da Sociedade São Vicente de Paulo, que oferece  cursos profissionalizantes, e Obra Social Padre José Baldo. A instituição atende  crianças alunas da Escola João Ângelo Antes da Costa,  no contra  turno escolar;  pessoas com idades de 15 a 80 anos  no Programa Educação para Jovens e Adultos(EJA)  e interessados em aprender música e os variados tipos de artesanato.  O Projeto Vila Fátima, iniciativa da Arquidiocese de BH, também recebeu a visita da equipe do vicariato. Ele oferece diversas oficinas para adolescentes e jovens, de 15 a 17 anos, que trabalham temas ligados à inclusão digital, como informática, montagem e manutenção de computadores, formação humana integral, como comunicação, dança, cultura, identidade, família, sociedade e mercado de trabalho.

O trabalho de articulação do Vicariato para a Ação Social e Política, como explica padre Chico Pimenta, tem como um de seus alicerces a informação. Um aspecto importante que, por exemplo, permite aos líderes de pastoral e as pessoas da comunidade receberem orientações sobre como acessar as políticas públicas existentes e como reivindicar aquelas das quais necessitam e que ainda não estão presentes em seu meio.  “O caminho se faz caminhando”, afirma o sacerdote, que aponta a formação dos leigos e agentes de pastoral como a base para o trabalho. Um conceito que concretiza nas atividades  propostas para o evento.

Confira a programação:

31 de agosto   
9h30 – Missa de Abertura – Paróquia Nossa Senhora das Neves    

1º de setembro
14h – Palestra sobre Políticas Públicas – Paróquia São João Batista, Obra Social Padre José Baldo. Destinado a agentes sociais e moradores da região.

2 de setembro  
13h – Oficina de alimentação alternativa – Paróquia Nossa Senhora das Vitória, Creche Boa Semente. Participação: pais, responsáveis e educadores.

3 de setembro
19h – Encontro de Fé e Política – Paróquia Nossa Senhora das Neves. Evento direcionado à Rede Nós Amamos Neves e agentes sociais.

4 de setembro   
13h – Oficina de Pães e roscas, Paróquia Nossa Senhora da Conceição Aparecida/Liberdade. Participação de famílias da paróquia e coordenadores de creches.

19h – Palestra sobre o trato com crianças – Paróquia Santíssimo Sacramento, Creche Menino Jesus. Evento destinado a pais, educadores e agentes sociais.

 

5 de setembro  
9h – Café com Prosa – Paróquia Sagrada Família de Nazaré, Obra Kolping. Para lideranças comunitárias e moradores da região.
14h – Oficina de dança – Paróquia Santíssimo Sacramento (Vila Fátima). Participação de beneficiários do Projeto e moradores da região.

 

6 de setembro
Rua de lazer, orientações sobre mediação de conflitos, orientações e encaminhamentos para o programa fica vivo, PRESP, corte de cabelos, direitos humanos, orientações sobre cursos gratuitos e empregos, orientações sobre as Pastorais Sociais, oficinas de artesanato, danças etc.  Paróquia Nossa Senhora da Piedade, Escola Estadual  Francisco Labanca. Moradores da região, lideranças comunitárias, alunos e familiares.