Você está em:

Semana Missionária, alegria e fé

Quero, de coração, agradecer aos jovens de nossa Arquidiocese e aos peregrinos que escolheram Minas Gerais para viver esse tempo de preparação para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), enriquecendo a Semana Missionária e o Congresso Mundial de Universidades Católicas (CMUC) com sua participação, alegria e testemunho de fé.  Sobretudo, nossa gratidão por levarem nos corações a presença amorosa de Cristo, o Salvador.

 

Esses importantes eventos possibilitaram a congregação de uma grande variedade cultural, de experiências de vida, de jovens peregrinos de vários países, tão bem recebidos em nossas paróquias e comunidades de fé.  Todos, na alegria de ser um só povo, o Povo de Deus. A Semana Missionária permitiu a cada um reconhecer ainda mais a centralidade de Cristo. E ao compreendê-la como experiência de vida, pela oração, silêncio, reflexão do Evangelho, os corações são educados para uma vida de doação, fraternidade e solidariedade. Esse é o caminho para um mundo melhor.

 

Os momentos especiais vividos na Arquidiocese de Belo Horizonte e, particularmente, o encontro com o Papa Francisco, na Jornada Mundial da Juventude, pela significativa participação de todos, irradiam grande força que interpela o jovem a responder ao chamado de Deus, assim como o profeta Isaías: “Eis me aqui, envia-me”. Tenho certeza que a semente cultivada em todo o Brasil nesse ano da juventude fará crescer cada vez mais no coração das novas gerações o amor no seguimento de Jesus Cristo, com o consequente compromisso para fazer, de todos, discípulos e discípulas de nosso Mestre e Senhor.

 

Com esses eventos, que neste ano começaram na Campanha da Fraternidade, a Igreja Católica reafirma mais uma vez sua opção preferencial pela juventude. Ao caminhar com os jovens, nós temos a oportunidade de viver um novo tempo. Para a Igreja, as novas gerações representam a força necessária rumo ao importante caminho da nova evangelização.

 

Agradeço a Deus pelo dom de viver esses momentos especiais que marcaram a Semana Missionária da Arquidiocese de Belo Horizonte. Que a Padroeira de Minas Gerais, a Senhora da Piedade, continue guiando todos, especialmente os jovens, no mais precioso caminho: anunciar o Evangelho de Jesus Cristo, fonte de vida para todos.

 

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo metropolitano de Belo Horizonte