Você está em:

Secretário do Vaticano dedica mensagem de Natal às comunidades de Brumadinho

O secretário do Dicastério do Vaticano para o Serviço de Desenvolvimento Humano Integral, monsenhor Bruno-Marir Duffé, dedicou mensagem de Natal à população de Brumadinho. No texto, o Secretário diz que, na noite de orações, dedicará preces aos que sofrem, vítimas da tragédia ocorrida no início do ano, o rompimento da barragem com rejeitos de mineração Vale.

Em maio, Dom Bruno-Marie Duffé participou de seminário sobre impactos da mineração, na PUC Minas, e visitou as famílias em Brumadinho. Na oportunidade, presenteou a comunidade atingida pelo desastre humano e ambiental com a cruz peitoral do Papa Francisco, enviada pelo próprio pontífice.
Leia a mensagem de Natal

MENSAGEM A MEUS IRMÃOS E IRMÃS, AMIGAS E AMIGOS DA COMUNIDADE DE BRUMADINHO

NATAL 2019

Irmãs, Irmãos, Amigas e Amigos

Aproxima-se o dia de celebrar o nascimento de Jesus, homem livre, nosso irmão, filho bem amado de Deus, que foi tão próximo das pessoas que sofrem, tristes e desamparadas.

Eu, Bruno-Maria, recordando meu tempo com vocês, em Brumadinho, recordando nossa oração compartilhada e nossas lágrimas, escutando em meu coração vossos gritos, quero oferecer a vocês todos uma mensagem de afeto, para sustentar cada um e cada uma neste momento de Natal que muito nos emociona.
Como dizer que a vida é preciosa quando são tão numerosos os que sofrem, pensando em seus pais, mães, irmãos e irmãs que morreram em 25 de janeiro, este dia tão terrível? Como dizer que a vida é mais forte do que a morte? Como não chorar, gritar, denunciar a violência de um sistema e de um «desenvolvimento» que mata os que amamos? Como não reconhecer que nossa terra também é reduzida a um objeto, um instrumento para obter grandes lucros sem pensar no futuro? Como falar? Como manter a esperança? Eu permaneço em silêncio com essas perguntas que me incomodam, assim como vocês.

E, neste silêncio, me parece que só o amor que podemos oferecer uns aos outros pode nos consolar e nos levantar de novo para viver o desafio da vida. Creio nisso com Jesus e com nosso Pai, que nos ama tanto. Nosso Pai…

A vulnerabilidade de Jesus, menino, homem afetuoso com os que sofrem, homem maltratado e morto pelo poder, abre meu pensamento e minha esperança para dizer – para passar a dizer – que a vida com o amor será mais forte que a injustiça e a morte.

«Vem sol… Feliz vem lumiar… Minas que banha o mar … de água doce prazer … Bruma de Brumadinho …»
Denunciar as forças da morte para anunciar a força doce do amor e do respeito. Denunciar a ditadura do lucro para anunciar o outro desenvolvimento, humano: aquele que chama a cada um, cada uma, para que possa doar seus talentos para a comunidade e oferecer o melhor aos nossos filhos. O desenvolvimento que contemple a harmonia com a natureza e a paz sincera.

Anunciar que estamos juntos, com Jesus e com todos os que choram. Anunciar aos que estão esgotados que eles podem crer e esperar por nós. Anunciar que somos Brumadinho e que somos um para sempre.

Eu ofereço a vocês minha oração, na noite… na noite de Natal, para vocês que eu amo. Quando eu fecho meus olhos vejo o caminho até a lama e vejo também seus rostos. E lhes ofereço o pão da eucaristia, que é sacrifício, mas compartilhado de amor e do vinho da alegria, da alegria de nos amarmos.
«Cada olhar é lagrima… Nuvem que pesa … Mas a gente reza … Implorando paz».

Um abraço forte, em nome de Jesus e com a liberdade espiritual do Espírito Santo, em nome de Francisco, nosso Papa… Com a ternura de Maria, a Virgem Mãe que nos carrega nos braços, nos dando proteção, noite e dia.

Monsenhor Bruno-Marie Duffé, seu irmão, servidor humilde de nossa humanidade. Secretario do Dicastero do Vaticano para o Serviço de Desenvolvimento Humano Integral.

Roma, 19 de Dezembro de 2019