Você está em:

PUC Minas comemora 55 anos com Missa em Ação de Graças e reabertura de Museu

Fotos: Marcos Figueiredo

 

O arcebispo metropolitano de Belo Horizonte e grão-chanceler da PUC Minas, dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidiu Celebração Eucarística em Ação de Graças pelos 55 anos da Universidade, nesta sexta-feira, 13 dezembro. Dom Joaquim Mol, reitor da Universidade e bispo auxiliar, concelebrou a Missa no Auditório do Museu de Ciências Naturais.

 

A reabertura do Museu de Ciências Naturais da PUC Minas, a menos de um ano do grande incêncio ocorrido em janeiro passado, foi destaque nas  comemorações da Universidade.  O prédio que abriga o acervo ficou repleto de professores, alunos, funcionários e convidados que participaram dos eventos ao som de um eclético repertório musical excutado pelo Coral  da PUC Minas, pela  Orquestra de Flautas Sonoro Despertar, da Paróquia São Marcos, e pelo Coral Canarinhos de Itabirito. 

 

Dom Walmor ressaltou a importância da celebração dos 55 anos da PUC e 30 anos do Museu. “Esses dois acontecimentos são de grande significação para todos nós, comunidade acadêmica, para a Arquidiocese de Belo Horizonte e para a sociedade como um todo, exatamente porque traduzem a consolidação da missão, da vocação, de trabalhos que estão dando frutos, servindo a sociedade e ajudando o mundo da educação”.

 

Para dom Walmor, a missão prioritária da Universidade é trabalhar sempre pela sua excelência acadêmica em todos os cursos  e na ação social que a faz presente  não só na Capital, mas nas diversas regiões de Minas Gerais.

 

Dom Jaoquim Mol  ressaltou que a PUC  Minas é uma construção coletiva das mais bonitas: “São muitas mãos, muitas mentes muitos corações envolvidos na construção desta universidade durante 55 anos.  E o trabalho de todos fez dela uma instituição extremamente reconhecida na produção do conhecimento, que propõe a transformar a vida das pessoas. Hoje uma das maiores riquezas que a pessoa pode ter é o conhecimento, o que inclui o próprio conhecimento de Deus.  Recebemos,  também, o reconhecimento de fora, no Brasil inteiro e internacional”. 

 

O reitor da PUC Minas lembrou que o Museu de Ciências Naturais é referência tanto em Belo Horizonte e no País, como na América Latina, e confirmou no cargo o professor Bonifácio José Teixeira, que assumiu a coordenação administrativa da instituição, em caráter provisório, na fase de reconstrução. “Temos aqui 160 mil indivíduos, ou seja, fósseis de diversos animais que nos remontam à história passada. Que aguçam nosso compromisso com o presente. Reinaugurar o museu, depois que ele passou por um momento difícil em razão do incêndio, há um ano,  nos alegra muito. Talvez seja a marca mais importante destes 55 anos da PUC”.

 

Dom Mol recebe a a medalha Ex Corde Ecclesiae, entre a  vice-reitora, Patrícia Bernardes, e o presidente da Fiuc, padre Pedro Rubens

Funcionários e professores da instituição foram homenageados com a medalha Dom Cabral, durante reunião extraordinária conjunta e pública do Conselho Universitário e do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade. Esta é uma distinção que o Conselho concede  àqueles que contribuíram ou contribuem para o engrandecimento da Universidade (veja lista abaixo).  Na oportunidade, a PUC Minas, por meio de seu reitor e bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, dom Joaquim Mol, recebeu a medalha Ex Corde Ecclesiae. Conferida ,  pela Federação Internacional das Universidades Católicas (Fiuc), como reconhecimento da importância internacional da Universidade, a medalha foi entregue pelo presidente da entidade e reitor da Universidade Católica de Pernambuco, padre Pedro Rubens.

 

O presidente da Fiuc fez referência, em seu discurso, à qualidade dos cursos e dos eventos realizados pela PUC Minas – em especial o Congresso Mundial das Universidades Católicas, que reuniu 1.500 participantes no Campus Coração Eucarístico, em julho deste ano- e à sua missão profética ao aliar o conhecimento a uma conduta consonante com os princípios evangélicos explicitados na Constituição Apostólica Ex Corde Ecclesiae sobre a missão das universidades  católicas, documento assinado pelo Papa João Paulo Segundo.

 

Confira a lista dos homenageados com a medalha Dom Cabral:

 

Professores:
 

 – Monsenhor Lázaro de Assis Pinto
– Professora Ana Maria Sarmento Seiler Poelma 
– Professor Audemaro Taranto Goulart
– Professor Carlos Frederico Barboza de Souza 
– Professor Castor Cartelle Guerra
– Professor Célio Caetano Batista
– Professor Édson Durão Júdice
– Professor Fábio Alves dos Santos (in memoriam)
– Professor José Milton Santos
– Professora Maria Clara Rezende Frota
– Professor Paulo Roberto de Sousa
– Professora Yara Frizzera Santos

 

Funcionários:

 

– Luiz Eustáquio Campos
– Silvio Germano de Souza
– Valter Aparecido

 
O grão-chanceler da PUC Minas, dom Walmor Oliviera de Azevedo, descerra a placa comemorativa de reabertura do Museu, ao lado do reitor, dom Joaquim Mol e da vice-reitora, Patrícia Bernardes

 


Panorâmica do Museu de Ciências Naturais da PUC Minas

 


O gorila Idi Amim, que viveu na Fundação Zoobotânica de Belo Horizonte de 1975 a 2012, integra o acervo do  Museu, após acurado trabalho de taxidermia