Você está em:

PUC Minas: ações em apoio às vítimas de Brumadinho

 

A PUC Minas iniciou um conjunto de ações em apoio aos atingidos pelo rompimento da barragem de rejeitos de mineração do Córrego do Feijão, em Brumadinho.

Por iniciativa da Reitoria da Universidade, foi instalada uma comissão para atendimento e apoio às vítimas da tragédia ocorrida em Brumadinho, no dia 25 de janeiro, por meio de projetos e ações extensionistas.

Em reunião com alguns professores, o reitor da PUC Minas e bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, professor Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, disse que as ações da Universidade serão desenvolvidas em conjunto com a comunidade e que elas vão permitir aos alunos da PUC Minas a possibilidade de atuar na área social, desenvolvendo o sentimento de solidariedade e de cidadania.

A PUC Minas, a Arquidiocese de Belo Horizonte e a Defensoria Pública da União também assinaram termo de cooperação mútua para atendimento jurídico da Defensoria Pública da União à população de Brumadinho atingida pelo rompimento da barragem. O atendimento jurídico à população, a partir desta segunda-feira, 11 de fevereiro, será feito pelos defensores públicos na Praça Paulo Alves Moreira, 57 (praça da rodoviária), no Centro de Brumadinho.