Você está em:

Projeto social incentiva descoberta e desenvolvimento de talentos

 

O Projeto Social Comunidade de Amor, mantido pelas Obras Sociais da Paróquia Divino Pai Eterno, desempenha importante papel na vida de muitos moradores do bairro Jardim Alterosa. Oferecendo  aulas de dança, música e artesanato o Projeto tem ajudado a elevar a autoestima de crianças e adultos, mesmo com o pouco tempo de funcionamento – uma iniciativa cidadã, que começou em novembro de 2015, mantida com o apoio material e o incentivo dos moradores  e dos comerciantes da região.

Todas as atividades são desenvolvidas no salão paroquial, que conta com oito salas e espaço suficiente para, num futuro próximo,  abrigar o sonho de ampliar o atendimento à comunidade. Os planos da diretoria do projeto, presidida pelo pároco padre Evaldo Apolinário, incluem, ainda,  um pré-vestibular comunitário e alfabetização de adultos.

 

“Quando abrimos a Paróquia para esse tipo de trabalho social, as pessoas demonstraram o desejo não só de ajudar a edificar o projeto, mas, também, de participar de nossas ações pastorais”

“Além do conhecimento adquirido por todos, a gente valoriza, sobretudo, o encontro das pessoas. Esse trabalho fortalece os laços de amizade. O nome da própria paróquia se propaga na comunidade porque aqueles que participam das atividades, católicos ou não, passam a conhecer a igreja e o cuidado que temos com pessoas, especialmente os mais pobres”-observa o pároco, que destaca a dimensão acolhedora dos serviços prestados à população: “Conheço vários exemplos de pessoas que pensavam que a igreja era só para os momentos de celebração. Quando abrimos a Paróquia para esse tipo de trabalho social, essas pessoas demonstraram o desejo não só de ajudar a edificar o projeto, mas, também, de participar de nossas ações pastorais”.

 

O interesse da comunidade se reflete nos 3.700 atendimentos realizados desde o início das atividades. O  curso de zumba  reúne três turmas, cada uma com 35 alunos. Participam pessoas de todas as idades.  Um momento agradável vivenciado por amigos, vizinhos e até mães e filhos. Segundo o coordenador do Projeto, Darci Lopes Calixto,  uma importante oportunidade para o fortalecimento dos laços de amizade e familiares. Essas pessoas frequentam as aulas duas vezes por semana, às  terças e quintas-feiras.  A professora é contratada com recursos da comunidade.

O mesmo ocorre com a remuneração do professor de violão. As aulas de música reúnem alunos de todas as idades, desde crianças a idosos. Em pouco tempo foram formadas cinco turmas que frequentam as aulas uma vez por semana.  O aproveitamento, de acordo com o coordenador do Projeto, tem superado as expectativas. Alguns alunos, já estão tocando algumas composições e esperam integrar , em breve, o ministério de música da Paróquia.

As oficinas de artesanato, ministradas por uma professora voluntária, são oportunidade para geração de renda, ajudando nos orçamentos doméstico e do Projeto. São 15 alunos que estão aprendendo a fazer panos de prato bordados, caixas de presentes, pintura em tecido, além de receberem noções de gestão para comercializarem seus produtos. Eles assumem o compromisso de produzir duas unidades de cada peça, doando uma delas para o bazar que, em breve, estará aberto ao público. O dinheiro das vendas será revertido para a compra de material e manutenção das obras sociais.