Você está em:

Primeira versão do portal Santuário Digital será apresentada na CNBB

O Santuário Digital (www.santuariodigital.com.br) será apresentado durante reunião do Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), entre os dias 6 e 8 de março, e, também em abril, durante a Assembleia Geral da entidade. O Santuário Digital é um portal completo, que reúne banco de dados, aplicativos móveis, mapas, notícias, vídeos, fotos sobre bens culturais materiais e imateriais de dioceses de todo o país, festas de padroeiros, música e teatro, orações, entre outras informações importantes.
 
O portal é uma iniciativa do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Pastoral da Cultura (Nepac), órgão do Anima PUC Minas – Sistema Avançado de Formação. A ação é uma parceria com o Programa de Pós-graduação em Geografia – Tratamento da Informação Espacial, o Curso de Sistemas de Informação da Unidade Betim e o Centro de Geoprocessamento de Informações e Pesquisas Pastorais e Religiosas (Cegipar), outro órgão do Anima PUC Minas. O Santuário Digital tem parceria com a Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e a Educação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), comissão que é presidida pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte Dom João Justino de Medeiros Silva; a Associação Nacional de Educação Católica (Anec); e a Associação de Dirigentes Cristãos de Empresas (ADCE). 
 
O Santuário Digital é um projeto do Plano de Pastoral 2015-2016 do Vicariato Episcopal para a Comunicação e Cultura da Arquidiocese de Belo Horizonte. O projeto nasceu para atender a uma demanda da própria Igreja Católica de cuidar e gerir os bens culturais materiais e imateriais dela, como explica o professor Josimar da Silva Azevedo, coordenador do Nepac. 
 
Uma das ferramentas que integram o Santuário Digital e que já está disponível é o aplicativo Próximo da Piedade que, a partir dos recursos de geolocalização, ajuda o peregrino de diversas regiões a chegar ao Santuário da Padroeira de Minas Gerais, disponibilizando mapas interativos.  Também reúne informações sobre o Caminho da Piedade, itinerário a ser seguido, sobretudo, pelos jovens, em preparação para celebrar um momento histórico: os 250 anos de peregrinação do povo mineiro ao território sagrado dedicado a Nossa Senhora da Piedade. Quem baixar o aplicativo Próximo da Piedade poderá também receber informações sobre o Santuário Nossa Senhora da Piedade e, durante as peregrinações, a partir de um pequeno código (QR Code) que já está em cada um dos diversos ambientes que integram o território sagrado, receber descrições detalhadas sobre todos os espaços da Casa da Padroeira de Minas. 
 
A ideia é que, por meio do Santuário Digital, as universidades católicas em todo o Brasil façam o mapeamento dos bens culturais em suas respectivas regiões, de modo a contribuir com informações de todo o pais. O projeto do Santuário Digital será realizado em conjunto com as próprias igrejas e respectivos párocos, contando com participação também dos institutos estaduais de patrimônio e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)  e comunidades locais.