Você está em:

Prêmios de Comunicação da CNBB têm inscrições até 31 de dezembro

Estão abertas as inscrições, até o dia 31 de dezembro, para os Prêmios de Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

A edição 2016 promovida pela Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação, irá premiar as categorias: cinema (Margarida de Prata), rádio (Microfone de Prata), televisão (Clara de Assis) e imprensa (Dom Hélder Câmara). 

 

Criado há 48 anos, durante o período militar no Brasil, os Prêmios de Comunicação da (CNBB) buscam estabelecer diálogo com a cultura e a sociedade.
 
 
O processo de seleção das obras tem novidades e contará com participação de uma comissão de bispos da CNBB. A primeira fase da escolha das produções será realizada por um júri técnico composto por profissionais e docentes da Comunicação. Posteriormente, a comissão de bispos classificará os melhores trabalhos para premiação.
 
O prêmio Margarida de Prata é um dos mais antigos, criado em 1967. Já premiou mais de 100 filmes brasileiros entre longas e curtas-metragens. A premiação é reconhecida por cineastas e produtores nacionais.
 
Em 2008, a presidência da CNBB entregou ao Papa emérito Bento XVI as estatuetas dos prêmios Margarida de Prata para o cinema, Dom Helder Câmara para a imprensa, Microfone de Prata para o rádio e Clara de Assis para a televisão. Esse presente foi incluído no acervo do Museu do Vaticano.
 
Inscrição e editais
 
Confira os regulamentos de cada prêmio:
 
 
 
 
 
– Inscreva-se aqui. 
 
Conheça os prêmios

Dom Hélder Câmara de Imprensa: criado em 2002, tem por objetivo premiar profissionais da mídia imprensa, e reportagens voltadas para os valores humanos, sociais, políticos, cristãos e éticos,  a construção da cidadania e a construção da cultura da paz.
 
Clara de Assis para a Televisão:  desde 2005, premia programas de TV nacionais, produzidos e exibidos por emissoras comerciais, educativas ou comunitárias brasileiras e que trazem em seu conteúdo valores humanos, sociais, políticos, cristãos e éticos.
 
Margarida de Prata: criado em 1967 pela Central Católica de Cinema, do Secretariado de Opinião Pública da CNBB. Tem por objetivo premiar as produções nacionais do cinema brasileiro, obras que apresentem em suas temáticas e artística valores humanos, éticos e espirituais.
 
Microfone de Prata: incentiva e apoia, desde 1989 a produção e a qualidade de programas radiofônicos não só religiosos, evangelizadores, mas também de promoção humana, reconhecendo o valor do que já se faz e buscando aperfeiçoar.