Você está em:

Pela vida: economize água, cuide do meio ambiente

Diante da grave crise hídrica que atinge toda a Região Sudeste do Brasil, a Arquidiocese de Belo Horizonte inicia a campanha “Pela vida: economize água, cuide do meio ambiente”. A partir da iniciativa, a Arquidiocese convoca cada cristão a preservar, ainda mais, a água e a defender, com especial empenho, a natureza. As comunidades de fé são convidadas a desenvolver ações que visem à economia dos recursos hídricos e a partilhar os bons exemplos, para inspirar novas iniciativas.

Também é de fundamental importância que todos, em comunhão, rezem para que Deus nos conceda chuvas, tão necessárias para o abastecimento dos reservatórios de nossas cidades. A sugestão é que nas celebrações todos possam rezar a oração para pedir chuvas, do bem-aventurado Paulo VI:

 

Deus, nosso Pai, Senhor do Céu e da Terra (Mt 11, 21). Tu és para nós existência, energia e vida (Act 17, 2).


Criaste o homem à Tua imagem (Gn 1, 27-28) a fim de que com o seu trabalho ele faça frutificar as riquezas da terra colaborando assim na Tua criação.

 

Temos consciência da nossa miséria e fraqueza: nada podemos fazer sem Ti (Jo 15, 5).

 

Tu, Pai bondoso, que sobre todos fazes brilhar o sol (Mt 5, 45) e fazes cair a chuva, tem compaixão de todos os que sofrem duramente pela seca que nos ameaça nestes dias.

 

Escuta com bondade as orações que Te são dirigidas com confiança pela Tua Igreja (Lc 4, 25), como satisfizeste súplicas do profeta Elias (1Rs 17, 1) que intercedia em favor do Teu povo (Tgo 5, 17-18).

 

Faz cair do céu sobre a terra árida a chuva desejada a fim de que renasçam os frutos (Tg 5, 18) e sejam salvos homens e animais (Sl 35, 7).

 

Que a chuva seja para nós o sinal da Tua graça e da Tua bênção: assim, reconfortados pela Tua misericórdia (cf. Is 55, 10-11), dar-te-emos graças por todos os dons da terra e do céu, com os quais o Teu Espírito satisfaz a nossa sede (Jo 7, 37-38).

 

Por Jesus Cristo, Teu Filho, que nos revelou o Teu amor, fonte de água viva, que brota para a vida eterna (Jo 4, 14).

 

Amém.

 

Mensagem do arcebispo dom Walmor

Amados e amadas de Deus,

Saúde e paz

“A água não é de graça, como muitas vezes pensamos. Vai ser o grave problema que pode nos levar a uma guerra”, advertiu o Papa Francisco durante reunião com colaboradores da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO). No Brasil, a Igreja Católica, por meio da Campanha da Fraternidade 2004, também já alertava que era necessária uma grande união para preservar a água. Com o tema “Fraternidade e água” e o lema “Água, fonte de vida”, a Campanha buscou ressaltar que água e vida são indissociáveis. A preservação dos recursos hídricos é, portanto, obrigação de todos.

Estamos vivendo uma crise hídrica sem precedentes, especialmente na Região Sudeste do nosso Brasil, e já sentimos as consequências da falta de água. E é neste contexto que cada pessoa é convocada a refletir sobre suas próprias atitudes em relação ao uso consciente deste bem precioso, essencial à vida. Evitar o desperdício de água é compromisso e tarefa de todos os cristãos.
 

A falta de água é claro sinal de que a humanidade, como consequência de seus próprios atos, está em sério perigo. Por isso, como cristãos, somos convocados a agir para ajudar a mudar essa grave situação.
 

Pedimos às nossas comunidades de fé que se mobilizem para a importante campanha educativa e solidária “Pela vida: economize água, cuide do meio ambiente.” Solicitamos que, durante as celebrações, todos rezem para que ocorram as chuvas necessárias. Muito importante também é renovar sempre, nos momentos de oração, o compromisso de se preservar a água e o meio ambiente. Nesta Campanha de nossa amada Arquidiocese, todos nós devemos buscar ações criativas que busquem preservar os recursos hídricos.
 

Vamos investir em importantes iniciativas e processos educativos para reverter o desequilíbrio ecológico. O respeito à natureza e seus recursos é obrigação de cada pessoa, principalmente de quem partilha a fé cristã católica. Vamos caminhar unidos para preservar a água, dom de Deus que é base para a vida no planeta.


Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte