Você está em:

A Pastoral da Mulher é uma associação da Arquidiocese de Belo Horizonte fundada em 1982, a partir da iniciativa de leigas e religiosas. Atua em parceria com instituições governamentais e não-governamentais e, articulada com entidades voltadas ao atendimento à mulher, incentiva o exercício da cidadania, estimula a consciência crítica, autonomia e o fortalecimento da autoestima. Neste trabalho, contribui para que a mulher torne-se protagonista de sua história.

Segundo José Manuel Uriel, coordenador da Pastoral da Mulher na Arquidiocese de Belo Horizonte e professor de Teologia  no Instituto Santo Tomás de Aquino (ISTA), para desenvolver essa proposta, a Pastoral realiza atividades individuais e coletivas a partir de temas como meio ambiente (sentido ecológico e de bem-estar), saúde integral, relações interpessoais, direitos da mulher e da cidadã, economia solidária, espiritualidade e políticas públicas.

 

Projetos da Pastoral da Mulher
 
 Aproximação e Sensibilização

O projeto pretende aproximar e acolher as mulheres com o objetivo de criar laços de confiança, amizade e respeito, facilitando, assim, o conhecimento de suas necessidades, aspirações, inquietudes e desejos. Tem por finalidade essencial propor à mulher o conhecimento de outras realidades, estimulando a busca por melhores condições de vida, no que diz respeito à dignidade, cidadania, educação e saúde.
 
Crescimento Humano

Este projeto tem natureza interdisciplinar, isto é, trata-se de uma etapa mais avançada no processo de resignificação de valores. Tem como princípio básico a promoção e emancipação das mulheres que começam a despertar para novas perspectivas de vida. Utiliza como instrumentos a Inclusão Digital, a Alfabetização, o Grupo de Convivência e as oficinas formativas e profissionais. A intenção é que elas tornem-se sujeito de suas vidas, de forma crítica e consciente, com boa auto-estima, valorizando-se, respeitando-se e reconhecendo suas potencialidades.
 
Reinserção Social

Consiste na reinserção da mulher em situação de risco social. Apoia as iniciativas de geração de renda individuais e coletivas, atuando também em ações relacionadas ao incentivo à organização social das mulheres acompanhadas pela Pastoral. Tem como finalidade essencial favorecer a concretização de uma nova perspectiva de vida para as mulheres, facilitando, assim, sua reinserção no mundo do trabalho e em organizações sociais.
 
Cantinho da Paz

No espaço conhecido como Cantinho da Paz, são realizadas oficinas de artes e de orientação, abordando assuntos ligados à área da saúde, relações de gênero, questões sociais, entre outros. Também são realizadas rodas de conversa, prezando sempre pela discussão cuidadosa em torno da realidade vivida pelas mulheres atendidas pela Pastoral.
 
O Cantinho da Paz é um espaço de acolhida, escuta, partilha, convivência e integração, onde a mulher pode trazer sua realidade, sonhos, experiências, anseios, esperanças, medos, dificuldades, dúvidas e alegrias.  Recentemente,  novos espaços foram criados, como salas de informática e de costura.  Do curso de costura nasceu o grupo de confecção bolsas artesanais, integrado por 4 mulheres que trabalham nos moldes da economia solidária, o que possibilita complementação de renda. De acordo com José Manuel, as bolsas têm sido bem aceitas pelo público feminino. Uma das mais recentes exposições desse trabalho ocorreu durante o circuito Sociocultural, realizado durante a Semana Missionária.

 Atendimento  Profissional

A Pastoral da Mulher conta com uma equipe de profissionais qualificados nas áreas de assistência social, educação, comunicação, administração, informática, exatas, direito e psicologia.