Você está em:

Pastoral da criança de BH completa 25 anos e recebe homenagem

A Pastoral da Criança da Arquidiocese de Belo Horizonte foi homenageada pela Câmara Municipal de Belo Horizonte na noite de quinta-feira, dia 19, pelos 25 anos de fundação.

Organismo de ação social formada por voluntários, a Pastoral promove o desenvolvimento de crianças de zero a seis anos de idade em seu ambiente familiar e em sua própria comunidade.

Na Arquidiocese de Belo Horizonte, a Pastoral da Criança conta com 1725 voluntários que atendem cerca de 7 mil menores e suas famílias e 370 gestantes em situação de risco, nos municípios de Rio Acima, Lagoa Santa, Moeda, Nova União, Brumadinho, Contagem, Pedro Leopoldo, Belo Vale, Raposos, Betim, Ibirité, Belo Horizonte, São José da Lapa, Ribeirão das Neves, Caeté, Crucilândia, Santa Luzia, Vespasiano, Sabará e Esmeraldas.

Nas regiões assistidas pela Pastoral, a mortalidade infantil já registra taxa 50% mais baixa que a média geral nacional, segundo dados do Ministério da Saúde.

No Brasil, a Pastoral da Criança foi criada há 30 anos pelo cardeal dom Paulo Evaristo Arns, conduzida pela médica sanitarista Zilda Arns com o objetivo de desenvolver uma ação para reduzir a alta taxa de mortalidade infantil em Florestópolis, no Paraná.  Hoje, o trabalho envolve mais de 260.000 voluntários que atuam em 42 mil comunidades pobres de 4.066 municípios do País, acompanhando cerca de 1,8 milhões de crianças de 0 a seis anos e quase 94 mil gestantes.