Você está em:

Tour Virtual- Passeie virtualmente pelo Museu de Ciências Naturais da PUC Minas

 

Agora já é possível visitar o  Museu de Ciências Naturais PUC Minas sem sair de casa. O tour virtual ao museu é uma realização da Universidade em parceria com o projeto Minas Faz Ciências, da Fapemig, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. O objetivo principal é dar oportunidade às crianças de estarem cada vez mais presentes no cenário da educação científica. “A educação científica é fundamental na formação de cidadãos que tomam suas decisões baseadas em ciência, comportamento tão importante para a vida, a exemplo desta pandemia e os resultados das nossas atitudes”, ressalta o professor Henrique Paprocki, professor da Universidade e responsável por essa parceria.

De acordo com o professor, é muito importante dar opções de cultura neste momento de isolamento social. “O tour virtual, produzido pela equipe do Minas Faz Ciência infantil, é também um exercício de cidadania e de valorização da Ciência e da Educação”, explica. Além disso, o professor reforça a importância dessa novidade no aprendizado para as crianças. “A iniciativa é ótima, porque são mais coisas interessantes para se fazer durante o isolamento, além de conhecer o Museu, no conforto e segurança de casa”, reforça.

No passeio virtual do Museu, que está disponível no site do Projeto Minas Faz Ciência (https://bit.ly/2xY61Iy), será possível percorrer todos os pisos dos espaços, que foram fotografados em 360 graus, e ouvir as informações por meio das narrações de áudio-guias do Museu sobre as peças e sobre a evolução da vida na terra. Paprocki ressalta que cada peça tem sua história particular e, independentemente do interesse de cada um, será possível encontrar algo que atraia a atenção ao caminhar virtualmente pelo Museu. “Os dinossauros são muito populares entre o público infantil. Os grandes mamíferos extintos do Pleistoceno também têm seu charme! Cada peça, cada visão, foi cuidadosamente planejada para que os visitantes tenham uma experiência única, instrutiva e inesquecível”, garante o professor.