Você está em:

Paróquia São Raimundo Nonato contribui para importantes conquistas da comunidade

 

As obras sociais da Paróquia São Raimundo Nonato promovem avanços importantes na vida das pessoas que frequentam projetos desenvolvidos no âmbito das comunidades de fé, dentre os quais, cursos de geração de renda, alfabetização, atividades físicas, aprendizagem e contato com o mundo da música, cultura, teatro e língua estrangeira. Um verdadeiro exercício de cidadania e amor ao próximo realizado por meio da acolhida dos participantes e de seus familiares pela comunidade eclesial.

 

As ações sociais são realizadas e mantidas por trabalhos voluntários. Há um esforço muito grande dos próprios monitores/instrutores e idealizadores, que juntamente com os próprios beneficiados arcam com os custos dos projetos. Também de maneira geral, quando necessário e possível a Paróquia contribui financeiramente.

O trabalho tem contribuído para a elevação da autoestima e consolidação de conquistas pessoais e da comunidade. Os idosos, por exemplo, são beneficiados, sobretudo, com atividades físicas e alfabetização, por meio do EJA – Educação para Jovens e Adultos, na  Igreja Santa Beariz. Segundo os coordenadores dessas atividades, há uma considerável melhora no humor e na autoestima dos alunos, com a consequente melhora dos relacionamentos com as famílias e na comunidade.

 

Os voluntários também ajudam a comunidade dando aulas de Inglês duas vezes nasemana. Atualmente, o curso conta com 18 alunos que buscam se qualificar para o trabalho ou estudos.

 

O Projeto “Juventude Ativa” reúne 45 participantes em oficinas de teatro, canto e violão mistradas por instrutores e monitores voluntários, na Igreja São Raimundo Nonato. No mesmo local, o Projeto “Capoeira, Arte e Cultura”, em Parceria com Projeto Morro e Senzala do Mestre Picuman, reúne alunos de todas as idades em aulas Capoeira e Música. Já o Projeto “Maria Eduarda” oferece aulas de dança afro, artesanato e percussão para as crianças a comunidade.

O Clube de Mães “Elo da Esperança” é lugar de convivência e aprendizado. As aulas de  bordado,  crochê e  pintura, além de funcionarem como terapia, também ajudam na geração de renda das 17 pessoas que frequentam o Clube. E o Projeto “Alongando a Vida”, desenvolvido na Igreja Santa Beatriz, propõe a prática de alongamento e caminhada, atividades relizadas nas manhãs   das terças e quintas-feiras.