Você está em:

Paróquia investe no cuidado com crianças e famílias


A secretária da Creche, Cristiana, distribui chocolates para os alunos
A Creche Manoel José do Carmo mantida pela Paróquia Cristo Rei, em Vespasiano, município da região metropolitana de Belo Horizonte, acolhe, diariamente, 223 crianças com idades de 2 a 5 anos. Lá, elas estudam, brincam, aprendem a conviver e a rezar. São filhos de  mães e pais trabalhadores que ficam tranquilos ao sair de casa e saberem que as crianças serão cuidadas por profissionais preparados que atuam  motivados pelos princípios cristãos do amor e da solidariedade.
 
O ensino pré-escolar oferecido pela instituição abrange desde o berçário até o  segundo período.  As salas de aula ficam a cargo de dez professoras. Elas contam com o suporte de uma supervisora, dez funcionários e dois voluntários que ajudam a cuidar do espaço físico e das crianças.
 
As crianças introduzem na família o que aprenderam na creche como a oração, a disciplina e até a tranquilidade para alimentar. 
 
O diretor, padre Carlos Roberto do Carmo, participa ativamente do dia a dia da creche. Segundo a secretária, Cristiana Damascena Cunha, ele dedica parte do dia  à  instituição e faz questão de participar das reuniões com os pais, das festas  e da resolução de problemas que, por ventura, apareçam.
 
Além de cuidar das crianças no período escolar, os funcionários também atuam por meio da  escuta e do aconselhamento, quando  são  procurados pelas famílias dos alunos  para  ajudar na solução de conflitos. “Já conseguimos evitar separações ouvindo as queixas e buscando o diálogo”, revela Cristiana.
 
O ambiente familiar, de acordo com a secetária, também melhora com o novo comportamento dos filhos. O retorno que os professores recebem dos pais é de que as crianças introduzem na família o que aprenderam na creche como a oração, a disciplina, a obediência e até mesmo a tranquilidade para alimentar. 
 
“Antes das refeições, sempre rezamos com os meninos agradecendo a Deus. Em outros momentos, procuramos evangelizar. Embora nem todos sejam de famílias católicas, os pais são informados que essa é a nossa orientação religiosa. De nossa parte, respeitamos a todos. Nesse ambiente, as crianças aprendem também a tolerância e o respeito às diferenças”, afirma Cristiana.  Segundo ela, tudo isso é muito significativo numa realidade em que muitas crianças têm contato com a violência em casa, ou nas imediações de onde moram.
 
 
Um trabalho em benefício de toda família
 
Francisco entre o avô e a mãe
 
Alice Alves de Oliveira e Adilson da Silva são pais de Francisco, uma criança de 3 anos que  frequenta a Creche Manoel José do Carmo. Vendedores ambulantes, eles encontraram nesta obra da Paróquia Cristo Rei o apoio necessário para criar o filho com tranquilidade e, até mesmo, para manter a união no lar. 
 
O Francisco teve ótimo desenvolvimento. Ele tinha dificuldade para falar e, com uma semana na creche, superou o problema.
“Agradeço muito às professoras pelo carinho e educação que têm dado ao meu filho. Desde que entrou para a creche, o Francisco teve um ótimo desenvolvimento. Ele tinha dificuldade para falar e, com uma semana na creche, superou o problema. A alimentação também é muito boa e, com
O menino com o pai: relação de cuidado e proteção
isso, ele levou para casa o hábito de comer bem ”, revela a mãe de Francisco.
 
Esses resultados positivos do trabalho gratificam toda a equipe, como afirma Cristiana: “Mesmo sendo funcionários, aqui ninguém trabalha só pelo dinheiro. A nossa maior alegria é ajudar o próximo, especialmente, aqueles que mais necessitam” .
 
 

 

 

  
Alunos da creche em momento especial na sala de aula

 


Padre Carlos participa de todos os acontecimentos importantes com as ciranças e familiares

 
Professora Aldenora com os alunos, durante atividade de recreação

 


Professora Rosemary com a turma, em sala de aula

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nilza, trabalha dando suporte no trabalho com as crianças que permanecem
na creche, em tempo integral

 


No espaço de recreação, crianças dão uma pausa nas brincadeiras e posam para fotos