Você está em:

Paróquia é referência de solidariedade no bairro Caiçara

 

A Paróquia Santos Anjos da Guarda, no bairro Caiçara,  apoia a comunidade com serviços que visam ao desenvolvimento humano  dos fiéis  desde o atendimento às necessidades básicas, como vestuário e alimentação, à assistência psicológica, fonoaudiológica e jurídica.  Um trabalho realizado por voluntários que dedicam algumas horas da semana para ajudar o próximo.

 

A fonoaudióloga Alessandra Bertoni da Silva Aguiar, aos 23 anos, é uma das voluntárias. Assim que começou a atuar na profissão, ofereceu-se para ajudar as pessoas da comunidade.  A maior parte dos pacientes são crianças com distúrbios na fala, como troca de letras ou gagueira. Segundo Alessandra, problemas que não têm causa determinada e que podem ser causados por vários motivos, desde a convivência com adultos que têm a mesma deficiência até mesmo traumas. Independente da causa, solucioná-los logo que aparecem evita consequências como o bulling  e os complexos que podem se arrastar até a fase adulta, prejudicando a vida profissional e pessoal.

 

Alessandra Bertoni Aguiar

Na mesma linha de ação, norteada pela solidariedade e fraternidade, o Grupo AVE – Ação em Favor da Vida – incentiva a comunidade a amparar os mais necessitados com a doação de roupas,  sapatos,  artigos de cama e mesa e objetos de uso pessoal. Aos domingos, a voluntárias serem um café da manhã especial para reunir recursos que ajudam a maner as iniciativas sociais da Igreja.

A obra, criada pelo padre Geraldo Guilherme, promove ações para ajudar os necessitados. “No frio, pedimos doações de cobertores e roupas. Para o Dia das Cianças, arrecadamos brinquedos junto as crianças da catequese para doar aos  mais pobres”, conta coorenadora do, Silvânia  Aparecia Moura Oliveira.

Na época da festa do padroeiro, o Grupo Ave organiza o Dia dos Idosos com palestras feitas por psicólogos, tarde de lazer, bingo, hora dançante e lembrancinhas. E, no final do ano, são distribuídas cestas básicas com ingredientes para a ceia de Natal.

As sete voluntárias do AVE realizam ações que também beneficiam pessoas de outras comunidades, com o envio de doações ao Vicariato para a Ação Social e Política, que atua no âmbito arquidiocesano. “Sempre que surge alguma necessidade, o vicariato comunica conosco e procuramos ajudar com doações dos nossos paroquianos”, explica Silvânia.

O Grupo também está sempre pronto a socorrer  outra obra da comunidade, o  grupo SOL – Ação Social de Solidariedade em prol dos Necessitados, inicialmente chamado “Damas da Caridade”, porque não se confirmavam  diante do sofrimento dos irmãos mais carentes.

Com o apoio do padre Geraldo Guilherme da Silva, elas recebem donativos de pessoas da Paróquias que  são distribuíos entre os mais pobres.  “Conseguimos ajudar pessoas em situação de rua, presidiários e um número incontável de famílias em dificuldade, a transformarem suas vidas, evitando que retornassem à marginalidade”,  afirma a coorenadora do Grupo SOL, Mônica Felisberto.

AS pessoas beneficiadas por esta obra também participam de momentos de oração e evangelização, estando sempre presentes nas celebrações do dia 2 de cada mês, dedicadas aos Santos Anjos da Guarda.

 


Confraternização de familiares e voluntárias do Grupo AFE