Você está em:

Paróquia de Vespasiano mantém atividades de socialização e geração de renda

 

A Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, em Vespasiano, reúne os moradores da região num bonito trabalho de apoio e incentivo à própria comunidade. Além de gerar emprego em um galpão de material para reciclagem, são oferecidas de aulas de capoeira e sessões de ginástica para a terceira idade.    Além disso, famílias que enfrentam dificuldades recebem ajuda emergencial e um grupo dos Narcóticos Anônimos se reúne em espaço cedido na sede Ação Social da Paróquia de Vespasiano (Aspav).
 
O galpão de reciclagem garante a sobrevivência de sete funcionários e de suas famílias.  Eles   organizam todo o material doado pelos paroquianos e por empresas, encaminhando os  fardos já prensados  à indústria de reciclagem. São caixas de papelão, papéis e embalagens de alumínio levadas pelos fiéis ao centro de coleta da Paróquia, ou recolhidos no local da doação em um caminhão adquirido para este fim.  De acordo com a secretária da obra, Lúcia Maria de Oliveira Ribeiro, a renda obtida é destinada ao pagamento dos salários dos trabalhadores e à manutenção da casa onde funciona a Aspav.

As famílias que passam por dificuldades financeiras recebem ajuda emergencial com a distribuição de cestas básicas, que ocorre todo último sábado do mês. Os alimentos são ofertados pelos paroquianos e por empresas da região. “Aproximadamente, 100 famílias são beneficiadas e aquelas que melhoraram a  renda deixam  de receber as cestas básicas para  dar oportunidade a outras mais necessitadas”- explica Lúcia Ribeiro.

 

As crianças e os jovens recebem atenção especial. A Aspav mantém, ainda, oficinas de capoeira, para 30 alunos e planeja  retomar  as aulas de música. A instituição tem 15 violões que já foram utilizados em atividades anteriores e devem voltar ás mãos dos alunos.

A oficina de artesanato é uma importante oportunidade para as senhoras da comunidade se socializarem e aprenderem novas técnicas de bordado e outros trabalhos manuais.  Cerca 40 senhoras se reúnem todas as semanas para trocar conhecimentos.  E tudo o que produzem, elas  comercializam, como forma de aumentar a renda familiar.

A Paróquia também possui um bazar que oferece diversos artigos a preços acessíveis, para aqueles que podem pagar, e faz doações aos mais pobres. Mas, toda caridade é realizada com bastante critério para garantir que os mais necessitados não sejam prejudicados”, afirma a secretária da Aspav.

 

 

 

VEJA TAMBÉM