Você está em:

Papa Francisco encanta peregrinos em sua passagem pela praia de Copacabana

Milhares de peregrinos se reúnem na praia de Copacabana (Rio), para acompanhar a cerimônia de acolhida da 28ª Jornada Mundial da Juventude. A celebração marca o primeiro grande encontro do Papa Francisco com jovens no Brasil.


Por volta de 17h20, desta quinta-feira, dia 28, o Papa Francisco chegou de helicóptero ao Forte de Copacabana. Junto com o arcebispo do Rio, dom Orani Tempesta, seguiu de papamóvel pela Avenida Atlântica cumprimentando os peregrinos. Durante todo o percurso, o Papa sorriu, acenou para os fiéis, abençoou e beijou várias crianças. Para surpresa de todos, deu seu solidéu a um fiel que lhe deu outro de presente e tomou o chimarrão oferecido por um peregrino. A passagem do Pontífice encantou a multidão de peregrinos que comemorava, gritava. O desfile durou cerca de 40 minutos.

 
 
Saudação

Queridos jovens, boa tarde.

Vejo em vocês a beleza do rosto de Jesus Cristo e meu coração se enche de alegria. Lembro-me da primeira Jornada Mundial da Juventude a nível internacional. Foi celebrada em 1987 na Argentina, na minha cidade de Buenos Aires. Guardo vivas na memória estas palavras do Bem-aventurado João Paulo II aos jovens: “Tenho muita esperança em vocês! Espero, sobretudo, que renovem a fidelidade de vocês a Jesus Cristo e à sua cruz redentora”. O Papa também lembrou o acidente na Guiana Francesa, no qual uma jovem peregrina da JMJ morreu e outro jovens ficaram feridos. E finalizou dizendo: Irmãos e amigos, bem-vindos à 28ª Jornada Mundial da Juventude, nesta cidade maravilhosa do Rio de Janeiro”.

 
Discurso

”Querido jovem, bote Cristo na sua vida. Nestes dias, Ele lhe espera na Palavra; escute-o com atenção e o seu coração será inflamado pela sua presença. Ele lhe acolhe no sacramento do perdão , para curar,  com a sua misericórdia, as feridas do pecado. Não tenham medo de pedir perdão a Deus. Ele nunca se cansa de perdoar, como um pai que nos ama. Deus é pura misericórdia! Ele lhe espera no encontro com a sua Carne na Eucaristia, Sacramento da sua presença, do seu sacrifício de amor, e na humanidade de tantos jovens que vão lhe enriquecer com a sua amizade, lhe encorajar com o seu testemunho de fé, lhe ensinar a linguagem da caridade, da bondade, do serviço…”