Você está em:

Palestra de dom João Carlos Petrini reúne estudantes e religiosos

O auditório da PUC Minas, unidade Coração Eucarístico, ficou repleto de estudantes, padres e religiosos para a palestra de dom João Carlos Petrini, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e Família da CNBB, realizada na manhã desta terça-feira, dia 19 de agosto.

O bispo de Camaçari, na Bahia, falou sobre “Os desafios pastorais sobre as famílias no contexto da evangelização” a convite da Pastoral Familiar da Arquidiocese de Belo Horizonte. A palestra fez parte da Semana Nacional da Família. Criada em 1992, a Semana é um evento anual e integra o calendário das paróquias e comunidades de todo o Brasil.

Integraram a mesa de abertura os professores padres Evandro Campos Maria, coordenador do Curso de Teologia, representando o diretor do Instituto, Antônio Francisco da Silva; o padre Jorge Alves Filho, assessor arquidiocesano da Pastoral Familiar; o vigário episcopal do Vicariato para Ação Pastoral, padre Áureo Nogueira de Freitas; e os representantes da Pastoral da Família da Regional Leste 2 da CNBB, Humberto Guimarães Fernandes e Valéria Pinto Coelho Fernandes.

Mestre e doutor em Ciências Sociais pela PUC-SP, dom João Carlos disse que a Igreja está vivendo etapa na qual a família merece toda a atenção, com dois sínodos em 2015 a ela dedicados. Citando pesquisa Datafolha de 2007, 98% dos entrevistados disseram que a família é importante ou muito importante. A família, lembrou Dom João Carlos, é também parceira do governo para a redução da pobreza, mas, ao mesmo tempo, a mídia e o governo tratam a família como todos que convivem no mesmo teto. “Nunca a família foi considerada tão fluida, a ponto de desaparecer como grupo definido”, constata. “Ora a família é tudo, ora ela é nada”, num processo de transformação da sociedade brasileira.

Enumerando desafios sociais e antropológicos, Dom João Carlos disse que as famílias vivem ambiguidade de valores, ora considerando a família como um valor tradicional, mas também pensam que ela poderia ser sacrificada em detrimento de crescimento profissional, por exemplo.

Dom João Carlos também ministrou palestra, com o mesmo tema, na noite de terça, no Auditório da Livraria Paulinas.