Você está em:


 

 

Qualquer que seja a idade de seus componentes, a liderança em uma turma define-se naturalmente. Os mais habilidosos destacam-se em alguma atividade e por isto são respeitados e admirados pelos demais. O adolescente está em contínua busca de prestígio entre seus amigos.

O nosso objetivo como estudantes é a de nos habilitarmos de conhecimentos gerais e técnicos, com o fim de podermos ser, no futuro, profissionais renomados. Seremos líderes em nossa profissão se, e somente se, tivermos prestígio. Isso será uma realidade na medida em que temos habilidade de acumular conhecimentos. Estaremos sempre estudando. Hoje, como estudantes, estamos aprendendo a estudar, a pensar e acumulando conhecimentos para vencer a próxima etapa de nosso aprendizado. No futuro estaremos estudando para aprofundarmos nosso conhecimento na área que atuarmos.

E assim como no futebol, e em outras atividades, há aqueles que se destacam, o mesmo acontece com a performance escolar. Mas como reage a turma frente ao destaque dos colegas nesta e naquela atividade? Ora, nada mais justo do que tentar imitá-los… claro!!! E se não sou habilidoso… que mal há que outro assuma a liderança? MAS… e tão somente… na área de atuação de cada um!!

O Zé da bola é bom de bola, e por isso quero tê-lo no meu time. Mas se é mau estudante… bem… não me deixarei influenciar pelo seu mau exemplo e continuarei a ser um bom estudante… e ele que procure me imitar. E mais ainda… se atravessa uma argola no nariz e faz uso de drogas ou assemelhados, ele que o faça, continuarei a ser quem sou e não me deixarei influenciar por seus maus hábitos.

E o incrível é que há aqueles que têm prestígio entre os colegas, por esta ou aquela razão, mas que, por inveja, procuram denegrir a imagem dos bons estudantes, desta ou daquela forma. É… é inveja…

Entre os colégios existem também aqueles que se destacam. Há dois fatores que fazem de um colégio o líder em sua atividade… a seriedade do corpo docente… e a dos alunos. Será que… o professor consegue dar aula… ou uma minoria, na ânsia de se “destacar”, fica atrapalhando as aulas? O professor avança firme na matéria… ou o pessoal do “menor esforço” provoca contínuos atrasos no programa?

Ei… vocês que gostam de estudar… vocês são líderes natos!!! A começar porque vocês têm visão mais ampla, a longo prazo… possivelmente grandes ideais. Depois, porque sabem desenvolver bons hábitos. O esforço não lhes assusta e sabem abdicar do prazer pelo dever. E como um hábito bom, puxa outro, possivelmente serão no futuro homens verdadeiros de uma só peça.

Ei… vocês que gostam de estudar… vocês é que são os líderes… façam acontecer!!! Argumente com os que não se esforçam, que eles estão SE jogando no lixo…. e que vocês não vão deixar que eles arrastem o resto da classe junto!!

Influenciem o ambiente na sala de aula, para que reine a seriedade, uma seriedade bem humorada e produtiva. Digam ao corpo docente… queremos mais!!! Queremos mais matéria… e mais exercícios… mesmo que custe maior esforço pessoal de cada um, professores e alunos. Que renda o colégio que estudamos o que rendem os grandes colégios…. aqueles que garantem que os líderes hoje, serão também os líderes amanhã.
 

André Pessoa é pai de seis filhos, Mestrado em Orientação Familiar por Navarra, ministra cursos e palestras de Educação de Filhos desde 1995; Graduado pelo IME (Engenharia), Pós-Graduado pela PUC (Administração), FGV (Contabilidade Gerencial), ISE (Programa de Treinamento de Executivos) e Navarra (Orientação Familiar); Consultor da Accenture.