Você está em:

Oficina de Caridade Santa Rita realiza bazar para manter obras sociais- de 20 a 22 de novembro

 

A Oficina de Caridade Santa Rita, na Paróquia Nossa Senhora da Consolação e Correia, no bairro Santo Agostinho, realiza o bazar de fim de ano do dia 20 ao dia 22 de novembro. Estarão a venda trabalhos artesanais em croché, tricô e bordados. Toda a renda será revertida para o serviço social realizado pelas integrantes da Oficina em apoio de instituições que ajudam idosos, crianças e mães de recém-nascidos. Um trabalho que começou há 58 anos.

 

Criada em 1957, por iniciativa da comunidade do bairro Santo Agostinho, com o apoio dos padres agostinianos, a Oficina Santa Rita, como o próprio nome diz, surgiu por influência de Santa Rita de Cássia. Na época, a Paróquia ainda não existia e os fiéis se reuniam em uma pequena capela. Na década de 1960, a partir da criação da Paróquia, o grupo passou a contar com uma estrutura melhor e, recentemente, foi integrado como pastoral. A caridade das 25 senhoras que compôem o grupo consiste em fazer trabalhos manuais. Elas se dedicam à confecção de roupas e enxovais usando diferentes técnicas e materiais, como crochê, tricô e bordado.

 

Em seus quase 60 anos de atuação, a Oficina Santa Rita tem ajudado diversos asilos e creches de outras cidades de Minas Gerais. Um exemplo disso é o Lar Santo Antônio, da cidade de Aiuruoca, Sul de Minas, que foi um dos beneficiados. Os idosos receberam cachecóis e mantas; para passar o inverno bem aquecidos.

Na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o Instituto Nossa Senhora de Nazaré, no bairro Bela Vista, em Contagem, tem se alegrado com o apoio da Paróquia Nossa Senhora da Consolação e Correia. Fundado há mais de 50 anos, o instituto é coordenado pelas Irmãs Franciscanas Alcantarinas e atende a 93 crianças, de 0 a 3 anos. Segundo a diretora pedagógica, irmã Aparecida de Sá, o objetivo não é só cuidar, mas também educar as crianças e resgatá-las, a exemplo de São Francisco de Assis. A Oficina Santa Rita envia presentes sempre na semana das Crianças e no Natal. “É uma festa, as crianças ficam muito felizes!”, afirma a religiosa, que também destaca a importância do serviço e do voluntariado.