Você está em:

Novo laboratório da PUC Minas reúne banco de dados de sons de animais

O novo Laboratório de Bioacústica do Museu de Ciências Naturais da PUC Minas é um espaço que reúne um banco de dados, em desenvolvimento, com as vocalizações e estridulações emitidas por mais de 500 espécies de animais, dentre eles, anfíbios, aves, mamíferos e insetos, além de outros sons da natureza.

O laboratório servirá de consulta para pesquisadores e instituições de todo o mundo e para o subsídio de exposições e ações do Setor de Educação do próprio museu da Universidade. É o mais bem equipado laboratório da área no Brasil, com aparelhos utilizados no trabalho em campo, como sensores de monitoramento acústico passivo, medidores de nível sonoro, gravadores de estado sólido, hidrofones, sensores de ultrassom, medidor de vibração, softwares de análise de dados e outros equipamentos.

A captação dos sons emitidos pelos animais está sendo realizada em três biomas desde setembro de 2012 e continuará até, pelo menos, setembro de 2013: campo rupestre, no Parque Estadual do Rola-Moça, na Região Metropolitana de Belo Horizonte; cerrado, no Parque Nacional da Serra do Cipó, Região Central de Minas Gerais; e Mata Atlântica, na Estação Ambiental de Peti.

O laboratório recebe também vocalizações de animais coletadas por pesquisadores em outros biomas, que serão acrescentadas ao banco de dados. O banco auxiliará os estudiosos na identificação das espécies, no entendimento do comportamento e na identificção da distribuição geográfica. Para cada hora de gravação dos sons, são necessários três dias para a identificação e processamento.

Mais informações: (31) 3319-4058