Você está em:

Nota de esclarecimento – sobre pessoas que se apresentam como “celebrantes de casamento”

A Cúria Metropolitana de Belo Horizonte alerta que algumas pessoas sem vínculo com a Igreja têm se apresentado – nas redes sociais, em publicações patrocinadas ou a partir de outros meios – como habilitadas para realizar e oferecer assistência na celebração de casamentos, “com ou sem conotação religiosa, para pessoas de diversas confissões e credos”.

Com certa frequência, essas pessoas utilizam símbolos, sinais, vestes ou nomenclatura que se assemelham aos da Igreja Católica. Isso contribui para gerar confusão. Assim, alertamos que a celebração de sacramentos e outros atos religiosos praticados por pessoas que não estejam em comunhão com a Igreja não têm efeito sacramental ou canônico. Desta forma, não são, sob nenhuma condição, reconhecidos pela Arquidiocese de Belo Horizonte.

Recentemente, algumas pessoas tem procurado a Cúria Metropolitana para saber se os Senhores Danilo de Souza, Toni Carlos Reis e Vinícius Afonso de Oliveira estão habilitados para realização e assistência a casamentos pela Igreja Católica. Eles têm se apresentado nas redes sociais oferecendo-se para a realização e assistência a casamentos com ou sem conotação religiosa, para diversas confissões e credos.

Informamos que esses senhores não podem celebrar o Sacramento do Matrimônio no contexto da Igreja Católica Apostólica Romana. Por isso, esclarecemos que as celebrações realizadas pelos Senhores Danilo de Souza, Toni Carlos e Vinícius Afonso não são reconhecidas pela Igreja.

Importante: os padres e diáconos da Igreja Católica não se oferecem para celebrar sacramentos via anúncios. A Arquidiocese de Belo Horizonte tem um catálogo digital com a lista de seus padres e diáconos. Por isso, recomendamos sempre a consulta ao nosso catálogo de padres, diáconos e paróquias: Clique aqui para ver.