Você está em:

Milhares de fiéis participam de celebração para Irmã Benigna

Milhares de fiéis estiveram na Paróquia Santa Terezinha, na região da Pampulha, nesta quinta, dia 8, para celebrar mais uma importante etapa do processo de Beatificação de Irmã Benigna Victima de Jesus. Por volta das 16h, com aplausos e muita emoção, os devotos acompanharam  a chegada dos restos mortais da religiosa, expostos para veneração em uma urna de vidro. Todos puderam se aproximar, tocar, fazer pedidos, orações e agradecimentos. Durante toda a tarde, foi grande o movimento de caravanas vindas de diversas cidades de Minas Gerais.

Após o momento de veneração, o Arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidiu a Celebração Eucarística em homenagem a Irmã Benigna, concelebrada pelo bispo diocesano de Oliveira, dom Miguel Angelo Freitas Ribeiro, monsenhor Geraldo Calixto e padres. Também participaram das homenagens a superiora geral da Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade, Madre Neuza Cota da Silva, o postulador da Causa dos Santos junto ao Vaticano, Dr. Paolo Vilotta, e a presidente da Associação dos Amigos de Irmã Benigna, Maria do Carmo de Souza Figueiredo Mariano.

Durante a homilia, dom Walmor ressaltou o momento especial para a Arquidiocese de Belo Horizonte, que é mais esta etapa no processo de beatificação de Irmã Benigna. “Ela marcou para sempre a vida da Igreja de Belo Horizonte, com seu exemplo de bondade e santidade. Uma vida dedicada aos mais pobres, opção
preferencial da Igreja.”
O Arcebispo também disse que “a busca pela santidade deve ser uma constante na vida de todos nós. Crer em Deus e nele confiar é um exercício. É também uma grande luta com a gente mesmo, porque somos pecadores e frágeis. Mas não podemos desanimar diante da dor e do sofrimento que se  prolonga, porque Ele, Deus, está conosco.”

Após a celebração, uma carreata acompanhou o translado dos restos mortais de Irmã Benigna para o Noviciado Nossa Senhora da Piedade, no Bairro Bandeirantes.

Irmã Benigna Victima de Jesus nasceu em 1907, na cidade de Diamantina (MG). Tornou-se religiosa da Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade e sua vida foi marcada pela caridade e generosa acolhida aos mais pobres. Morreu no dia 16 de outubro de 1981. A abertura de seu processo de beatificação ocorreu no dia 15 de outubro do ano passado, durante Celebração Eucarística que reuniu milhares de fiéis.

Veja mais fotos aqui.
 
Imprensa:

Rede Globo
G1 Minas
Jornal Nacional
Bom dia Minas
MGTV 2ª edição

TV Alterosa
– Rede TV
– Rede Minas
– TV Canção Nova
– TV Horizonte
– PUC TV
Jornal Estado de Minas
Folha de São Paulo
O Tempo
Super Notícias
– Rádio Itatiaia
– Rádio América
– Rádio Gospa Mira