Você está em:

Jovens falam sobre expectativas para a Semana Missionária e JMJ

Um grupo de jovens representantes das Regiões Episcopais da Arquidiocese participaram hoje, na Paróquia Nossa Senhora das Dores, bairro Floresta, de uma entrevista para a TV Alterosa. Junto com o bispo-auxiliar dom João Justino, falaram sobre as expectativas e os preparativos para os dois grandes eventos que irão mobilizar a junventude no mês de julho: a Semana Missionária de BH e a Jornada Mundial da Juventude.

Dom João Justino disse que o grande diferencial da juventude de todo o mundo que está se preparando para participar dos eventos, é a vivência na fé. “É uma grande oportunidade para despertar no coração desses jovens o chamado para viver a fé. Para a Igreja, toda esta mobilização é um sinal vivo de que os jovens participam da vida da Igreja e querem viver de um modo diferente”. Dom João também disse que na Igreja tem lugar para todos os jovens. “Venham para o encontro com Jesus”.

Rui Fernando Correia, da Paróquia Santo Antônio, de Ribeirão das Neves, vai receber em sua casa jovens do México ou da África. Ele disse que toda a família está animada com a prossibilidade de trocar experiências e vivenciar momentos de fé com os peregrinos. “Participar da Semana Missionária e da JMJ no meu país será um momento inesquecível que, com toda certeza marcará a minha vida”.

A Paróquia São Luiz Gonzaga, bairro Padre Eustáquio, já está se preparando há oito meses. De acordo com Luiz Santos, foram promovidas barraquinhas, noite de caldos e festival de sorvete para arrecadar recursos para financiar a participação dos jovens da Paróquia. “Estamos muito felizes em poder participar. Na minha casa, vou receber peregrinos de língua inglesa”.

Orientar os paroquianos que irão acolher peregrinos em casa é uma das atividades que Emanuel Costa, da Paróquia São Sebastião, Barro Preto, tem desenvolvido. Ele também faz parte da coordenação de juventude da Região Episcopal Nossa Senhora da Piedade (Rensp), que reúne 72 paróquias.

O jovem Ícaro Silva, que irá representar, oficialmente, a Arquidiocese de Belo Horizonte na JMJ, também falou sobre a emoção de estar entre os 139 jovens do Brasil que irão à Jornada como representantes de Dioceses e Arquidioceses. “Além de uma grande emoção, é também uma missão estar junto com os jovens. A maior experiência que vamos viver é o espírito renovado e o amor cada vez maior pela evangelização”.

A Arquidiocese de Belo Horizonte e suas 272 paróquias, em 28 municípios, se prepara para uma acolhida calorosa, cheia da fé e da religiosidade do povo mineiro.

Veja a programação completa da Semana Missionária aqui.