Você está em:

Igreja servidora: comunidades levam alimentos aos pobres neste tempo de pandemia

Agentes da Pastoral da Rua, sensíveis à situação de muitas pessoas que não têm o que comer, estão distribuindo alimentos nas ruas, principalmente para os sem teto. Com o comércio fechado e o número reduzido de pessoas circulando pela cidade, a população de rua sofre ainda mais, pois já não recebem mais ajuda de comerciantes e outros profissionais que tiveram suas rotinas mudadas. Por isso mesmo, a Pastoral de Rua intensifica suas ações dedicadas aos mais pobres. Somente no domingo, foram entregues 1500 refeições, 1300 kits de higiene e 3500 garrafas de água. Uma iniciativa que contou com o trabalho de evangelizadoras da Comunidade Toca de Assis e de muitos voluntários, todos devidamente preparados, com as precauções necessárias, para minimizar os riscos de propagação do coronavírus.

Máscaras de proteção foram disponibilizadas para os voluntários pela Providens – Ação Social Arquidiocesana. As pessoas que vivem nas ruas ainda receberam orientações sobre a prevenção da pandemia.

Em Betim, evangelizadores das Paróquias São Judas Tadeu, Nossa Senhora do Carmo e São Francisco de Assis, em parceria com o poder público, têm oferecido marmitas para as pessoas que vivem nas ruas.