Você está em:

Homenagem a dom José Maria Pires na Assembleia Legislativa

Dentro da programação do 1º Dia Mundial do Pobre, dom José Maria Pires (1919-2017) será especialmente lembrado durante audiência pública da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Dom José Maria Pires morreu neste ano, aos 98 anos, e, durante sua trajetória na vida da Igreja, esteve à frente de inúmeros trabalhos missionários. Foi arcebispo da Paraíba,  bispo de Araçuaí, membro da Comissão Central da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), presidente da Comissão Episcopal Regional do Nordeste, escritor e um dos poucos sacerdotes que participaram do Concílio Vaticano II. Sempre buscou combater o preconceito contra os negros e também se posicionou com firmeza ao lado dos que lutavam pela democratização do Brasil. Depois de tornar-se arcebispo emérito da Paraíba, dom José Maria Pires passou a residir em Belo Horizonte. Viveu por 20 anos na Capital Mineira, contribuindo sempre com as muitas comunidades de fé da Arquidiocese de Belo Horizonte.

Durante a homenagem, será apresentado o livro “Las Casas e Zumbi – Despertar histórico da consciência social”, do frei Carlos Josaphat. A publicação mostra como personagens históricos podem inspirar o povo a construir um futuro diferente, com mais responsabilidade crítica e criativa, e assim contribuir para o desenvolvimento da democracia. Frei Carlos Josaphat é professor emérito de teologia da Universidade de Friburgo, na Suíça. Autor de dezenas de livros, busca destacar a dimensão divina e social do Evangelho.

A audiência pública da Comissão de Direitos Humano será na quarta-feira, 14 de novembro, às 19h30, no auditório José Alencar Gomes da Silva, da Assembleia Legislativa – Rua Rodrigues Caldas, 30, bairro Santo Agostinho, Belo Horizonte-MG.

VEJA TAMBÉM