Você está em:

Família, celeiro de cristãos autênticos

 

A Igreja do Brasil nos convidou a celebrarmos, neste mês de agosto, a Semana Nacional da Família , que teve início no dia 10 e encerra-se neste sábado, dia 16. Com o tema “A Espiritualidade cristã na família: um casamento que deu certo”, a Igreja espera que as Dioceses, Paróquias e famílias reflitam sobre a vivência da espiritualidade que deve ter lugar de destaque na vida de cada pessoa.

Sabemos que a pessoa que tem uma experiência espiritual além de viver melhor sua vida é capaz também de conduzir seus projetos e relacionamentos com maior tranquilidade. Por isso, nesse tempo em que as relações humanas estão ficando cada vez mais instáveis, a Semana Nacional da Família é também oportunidade de cristianizar a vida, melhor dizendo, ter para com as pessoas atitudes que sejam cristãs. Pensando rapidamente parece ser fora de lugar a expressão cristianizar, mas quantas vezes nos chamamos cristãos, mas nossas ações não demonstram isso?
 

Que nossas comunidades eclesiais sejam lugar onde cada pessoa possa trazer sua bagagem cristã para contribuir no anúncio da Boa Nova, e que cada família, seja seleiro de cristãos autênticos

A espiritualidade cristã deve seguir os passos de Cristo, que assumiu a condição humana para levar os homens, através de uma vida justa, voltada mais para ações humanitárias e em comunidade. Na verdade, Nosso Senhor Jesus Cristo deixou-nos exemplos que seguidos nos fazem descobrir que o verdadeiro sentido da vida de cada pessoa está na busca do encontro com Deus que é Pai bondoso.

 

Aproveitemos essa oportunidade para revermos nossa prática de fé familiar, porque sabemos que é na família que cada pessoa deve começar sua vida cristã que sendo base deve estender-se para toda sua vida. Nesse sentido, é possível perceber que quando falta iniciação cristã na família essa lacuna para ser preenchida exige da pessoa um esforço maior para recuperar a ausência desta formação.

Que nossas comunidades eclesiais sejam lugar onde cada pessoa possa trazer sua bagagem cristã para contribuir no anúncio da Boa Nova de Jesus Cristo, e que cada família, vivenciando sua espiritualidade cristã, seja celeiro de cristãos autênticos, compromissados com a causa do Reino e com o cuidado dos mais necessitados. Que os frutos dessa Semana Nacional da Família sejam colhidos por cada pessoa, família e comunidade eclesial para que, iluminados pelo Espírito Santo sejamos um, para que como nós, o mundo creia.

 

Pe. Jorge A. Filho
Pároco da Paróquia Maria Serva do Senhor, bairro Alípio de Melo