Você está em:

Família Acolhedora: pesquisa irá mapear perfil de famílias com potencial de acolhida

O Vicariato Episcopal para Ação Social e Política da Arquidiocese de Belo Horizonte e da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Pastoral do Menor e da Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social (SMAAS), trabalham para ampliar o número de famílias com potencial para o acolhimento temporário de crianças e adolescentes em situação de risco social, no serviço Família Acolhedora.

 

Durante o mês de setembro, foi definida a contratação de um instituto especializado para aplicar a pesquisa sobre o perfil sócio demográfico, psicológico e comportamental de famílias residentes na capital mineira. Esse levantamento será importante para mapear as famílias com potencial de acolhida e, também, direcionar as ações do Família Acolhedora.

A pesquisa irá, ainda, contemplar pessoas que acolhem ou já acolheram crianças e adolescentes, por meio do Serviço e aquelas que em algum momento entraram em contato para obter informações sobre o Projeto. Serão aplicados 400 questionários com entrevistas presenciais e por meios digitais.

Sobre o Serviço

O serviço Família Acolhedora promove o acolhimento temporário em lares de famílias voluntárias, prevendo o acompanhamento e cuidados integrais à criança e ao adolescente afastados de suas famílias de origem, até que os mesmos possam voltar para casa ou serem encaminhados para adoção. O serviço representa importante avanço no que se refere à garantia de direitos da criança e do adolescente, como preconiza o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), ao possibilitar o direito à convivência familiar, fator relevante para a formação social do indivíduo.

Mais informações sobre o serviço no Vicariato Episcopal para Ação Social e Política pelos telefones: (31) 3423-8618 / 3463-8083 / 3277-4511, e-mail familiaacolhedorabh@yahoo.com.br ou pessoalmente, na Rua Além Paraíba, 208 – bairro Lagoinha.